ASSINE

Vídeo: moradores reclamam de água amarelada após manutenção da Cesan

A Cesan explicou que o aspecto amarelado da água pode acontecer por conta de sedimentos que entraram na tubulação durante manutenção neste final de semana

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 23/08/2021 às 13h29
Água de Cesan chega às casas da Grande Vitória com aspecto amarelado nesta segunda (23)
Água de Cesan chega às casas da Grande Vitória com aspecto amarelado nesta segunda (23). Crédito: Leitor de A Gazeta

Moradores de bairros da Grande Vitória estão relatando que a água está chegando nas torneiras das casas com uma coloração amarelada nesta segunda-feira (23). De acordo com a Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan), isso acontece por conta de sedimentos que podem ter entrado nas tubulações após duas manutenções que aconteceram durante este sábado (21) em municípios da Região Metropolitana.

Água de Cesan chega às casas da Grande Vitória com aspecto amarelado nesta segunda (23)

Conforme divulgado pela Cesan na última sexta-feira (20), seriam realizadas duas manutenções distintas, uma que afetaria Cariacica e Viana e outra com reflexos em Vitória e Vila Velha. O órgão comunicou que a população poderia ser afetada, caso não tivesse reserva suficiente de água. A companhia garantiu ainda que o abastecimento seria restabelecido de maneira gradativa em até 24 horas após o término dos serviços.

O QUE DIZ A CESAN

Nesta segunda-feira (23), a Cesan informou que o fornecimento de água foi suspenso das 5h às 20 horas no último sábado (21) para a realização da interligação da nova rede adutora da companhia, na região onde acontecem as obras do Portal do Príncipe, no Centro de Vitória.

Em nota, a Cesan informou que a execução dos serviços foi feita em conjunto com Secretaria de Estado de Mobilidade e Infraestrutura (Semobi), por ser uma intervenção complexa, com tubulações de grandes diâmetros. Especificou ainda que, por essa tubulação, passa a água que abastece cerca de 170 mil pessoas de 32 bairros de Vitória.

"Ao retornar, a água voltou com muita força e desprendeu materiais provenientes do tratamento que ficam retidos nas paredes das tubulações, o que provocou a alteração na cor do líquido, deixando-o mais escuro e amarelado. A recomendação da Cesan é que a água seja descartada", informou, em nota.

Segundo a Cesan, assim que foi identificada essa anomalia, a companhia iniciou um procedimento para clarear a água, dando descargas em todo o sistema de distribuição e nos hidrantes localizados na Capital.

"As equipes da Cesan estão em campo, trabalhando para que a água distribuída por sua Estação de Tratamento de Água (ETA) chegue aos imóveis exatamente como ela é fornecida: incolor. A previsão é que os trabalhos de limpeza sejam concluídos na noite desta segunda-feira e a qualidade da água seja totalmente recuperada até a tarde da terça-feira (24)", garantiu a companhia.

Por conta do aspecto amarelado da água, moradores utilizaram as redes sociais para chamar a atenção para o problema. Em uma das postagens, um internauta chega a comparar a água com petróleo. Veja:

Atualização

23 de Agosto de 2021 às 19:45

Após a publicação desta matéria, a Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan) se manifestou, por nota, explicando detalhes sobre o problema e informando prazo para solucioná-lo. As informações foram inseridas no texto.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.