ASSINE

"Um anjo", diz pai sobre menina morta em acidente de bicicleta em Muqui

Ludmila dos Santos Lopes, de 11 anos, morreu enquanto brincava de bicicleta após bater no muro de casa no bairro Nova Esperança. Despedida da menina foi marcada por emoção de amigos e familiares

Tempo de leitura: 2min
Publicado em 26/04/2022 às 19h40

Ludmila dos Santos Lopes, de 11 anos, morreu na noite de segunda-feira (25) enquanto brincava de bicicleta após bater no muro de uma casa no bairro Nova Esperança, em Muqui, no Sul do Espírito Santo. Na tarde desta terça-feira (26), familiares e amigos se reuniram para se despedir da menina, que era muito querida na comunidade.

“Preferia ir no lugar dela”, diz pai da menina que morreu em acidente de bicicleta em Muqui
Ludmila dos Santos Lopes, tinha 11 anos e era muito querida por amigos e familiares. Crédito: Redes Sociais

Muito emocionado, o pai de Ludmila, Sebastião Lopes, de 55 anos, disse que não tem palavras para descrever o que está sentido. “É uma dor imensa. Eu preferia ir no lugar dela, porque eu já vivi 55 anos, ela só viveu 11”, disse, emocionado.

Dos cinco filhos, Ludmila era a caçula. Segundo Sebastião, a menina era muito querida e todos gostavam dela. “Ela era um anjo, uma menina pura, nunca teve maldade, brincava com todas as crianças. Deus a levou e que a dê um bom descanso”, completou.

RELEMBRE O ACIDENTE

De acordo com informações da Polícia Militar, o acidente aconteceu por volta das 20h30. No local, um parente da criança contou que ela estava brincando com uma bicicleta sem freio. A menina desceu uma ladeira, ganhou muita velocidade e perdeu o controle da direção, batendo contra o muro de uma residência.

Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e confirmou morte da menina. Os pais da criança precisaram de atendimento médico e foram encaminhados a um hospital da região depois de passarem mal diante da situação.

Sebastião relatou que, durante a noite, a mãe de Ludmila ligou pedindo que a filha fosse para casa, pois estava frio. “Falei para ela não andar na bicicleta, ela ainda brincou comigo e, depois de 20 minutos que falei, ela estava morta”, lamentou.

Quando soube da notícia, o pai da menina ficou apavorado. Segundo ele, ele não deseja a ninguém o que sentiu naquele momento. “Quando vi ela lá caída, me deu uma dor tão grande. Na hora que eu falei: ‘Ludmila, minha filha, vamos embora, levanta’, ela deu o último suspiro, parecia que queria falar alguma coisa”, recordou.

DESPEDIDA

O corpo da menina foi sepultado durante a tarde desta terça-feira (26) no cemitério de Muqui. A despedida foi marcada pela emoção de amigos e familiares.

“Preferia ir no lugar dela”, diz pai da menina que morreu em acidente de bicicleta em Muqui
O corpo de Ludmila foi sepultado no cemitério de Muqui. Crédito: João Henrique Castro

A morte de Ludmila também comoveu moradores da região. A aposentada Madalena Braga comentou que esse acontecimento entristeceu toda a cidade. “Realmente é um pesar geral, porque uma criança de 11 anos que vai começar a vida sofrer esse acidente é muito desagradável”, falou.

Com informações de João Henrique Castro, da TV Gazeta Sul.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais
Muqui acidente ES Sul

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.