ASSINE

Primeira indígena vacinada no ES tem 72 anos e pertence à etnia Guarani

Dona Marilza da Silva foi imunizada na tarde desta terça-feira (19), em Aracruz, na Aldeia Piraquê-Açu. Além dela,  mais nove indígenas foram vacinados na cerimônia

Colatina
Publicado em 19/01/2021 às 18h04
Atualizado em 19/01/2021 às 19h50
Primeira indígena é vacinada no ES
Primeira indígena é vacinada no ES. Crédito: Eduardo Dias

A primeira indígena vacinada contra o novo coronavírus no Espírito Santo é uma idosa da etnia Guarani. Dona Marilza da Silva, 72 anos, foi imunizada na tarde desta terça-feira (19) em Aracruz, Norte do Estado. A vacinação foi na Aldeia Piraquê-Açu.

A idosa sempre morou no local e tem quatro filhos. Além dela, mais nove indígenas foram vacinados na cerimônia. Outros 2,8 mil, que vivem em 12 aldeias da região, começam a ser imunizados na manhã desta quarta-feira (19). Veja o momento da vacinação:

Os indígenas, assim como os profissionais da saúde, idosos acima de 60 anos e pessoas com deficiência que moram em instituições de longa permanência, fazem parte do grupo prioritário no Plano Nacional de Vacinação, por isso estão entre os primeiros no Estado a receber as doses da Coronavac – vacina produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac –, aprovada para uso no último domingo (18).

Durante a manhã desta terça (19), o município de Aracruz enviou uma equipe a Vitória para buscar as doses do imunizante.

Cacique Pedro também foi vacinado em Aracruz
Cacique Pedro também foi vacinado em Aracruz . Crédito: Eduardo Dias

Para os indígenas o início da vacinação é um alívio. "Ficamos preocupados com a saúde da gente. A vacina é um momento especial para as comunidades indígenas. Vai ser uma vitória", conta Rodrigo da Silva, indígena da aldeia Boa Esperança.

VACINAÇÃO EM ARACRUZ 

Segundo a Secretaria de Saúde de Aracruz, o município recebeu aproximadamente 3,4 mil doses do imunizante e já se planejou para distribuir a vacina. São 230 profissionais de saúde, divididos em 20 unidades, cinco destas dedicadas às aldeias. 

Nesta primeira fase, além dos indígenas, a meta é vacinar 50 idosos acamados e 300 profissionais de saúde, todos dos grupos prioritários definidos pelo governo federal.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.