ASSINE

Perseidas: melhor chuva de meteoros do ano será visível no ES

Especialista explica a origem do fenômeno e diz qual é o melhor horário e a melhor maneira para conseguir contemplar o fenômeno nesta quarta-feira (11), no Espírito Santo

Vitória
Publicado em 10/08/2021 às 18h55
O auge da Perseidas deve acontecer em 11 e 12 de agosto
O auge da Perseidas deve acontecer em 11 e 12 de agosto. Crédito: Malcolm Park | Spaceweather.com

O mês de agosto está repleto de fenômenos astronômicos e um deles é a maior e mais esperada chuva de meteoros do ano: a Perseidas. O evento foi batizado com este nome porque a chuva foi identificada pela primeira vez na região da constelação de Perseu. O correspondente de Astronomia do Instituto Climatempo, Marcos Calil, que concedeu entrevista à reportagem de A Gazeta, explica que atualmente a chuva não se encontra mais nessa constelação: ela está no limite entre Perseu e Cassiopeia. O especialista deu dicas sobre como observar o fenômeno do Espírito Santo.

Segundo Calil, é fundamental que os observadores procurem locais sem poluição visual. "A chuva vai acontecer para o lado Norte do céu. As pessoas precisam olhar para o horizonte Norte e erguer um pouco a cabeça, porque vai acontecer perto da linha do horizonte. O melhor horário, para o Espírito Santo, será entre 4 e 5 da madrugada desta quarta-feira (11)", disse. Quem quiser começar a observar antes do tempo indicado, pode se preparar para procurar os meteoros no céu já por volta das 3h. "4h30 é o melhor horário", detalha.

O horizonte Norte escolhido por quem quer contemplar o fenômeno precisa ser livre de prédios, árvores e montanhas, "limpo" de qualquer interferência para que não atrapalhe a visualização. "Não pode haver poluição luminosa. Quem estiver na cidade grande, provavelmente não conseguirá observar. A chuva é típica do Hemisfério Norte, de tal maneira que, se as pessoas estiverem mais ao lado Norte do Hemisfério ou próximas da linha do Equador, ainda conseguem ter boa visualização", afirma Calil.

VISUALIZAÇÃO E QUANTIDADE DE METEOROS POR HORA

O astrônomo explica que, na Região Sudeste, por exemplo, a chuva é bem prejudicada quanto à visualização, por isso é importante seguir as dicas para ter boas condições ao observar o céu. Segundo Calil, são esperados cerca de 100 meteoros a cada uma hora.

"Essa é chamada a Taxa Horária Zenital (THZ). Com relatos de observadores, colegas e amigos, mantemos essa previsão. Mas é importante ressaltar, para não causar muitas expectativas para os capixabas, que quem está na região Sudeste do Brasil provavelmente não vai conseguir ver 100 meteoros por hora", complementou.

PASSAGEM DE COMETA

A chuva de meteoros Perseidas é associada com a passagem do cometa Swift-Tuttle. "O cometa passa, continua a trajetória dele e, quando vai chegando perto do Sol, ele vai deixando os fragmentos, matérias, pequenos pedaços de rochas. E aí imagina uma bola imensa de gelo sujo. É o cometa. O calor do sol derrete essa bola e ela solta a matéria. Essas matérias são as pedrinhas que ficam no espaço", explica Calil.

Marcos Calil

Correspondente de Astronomia do Instituto Climatempo

"Quando a Terra vai ao encontro dessas pedras, elas acabam sendo atraídas para a atmosfera. E daí vem a chuva de meteoros. Meteoro é o fenômeno luminoso que vemos no céu "

Portanto, utilizando como base os registros de vários observadores, que reportam os acontecimentos em um site monitorado por grupos de pesquisa, o auge de Perseidas poderá ser nas noites de 12 ou 13 de agosto. "No ano passado, chegamos a ver, mais ou menos, de 50 a 75 meteoros por hora. Essa é a média de observação. Mas aqui para o Sudeste, esse número deve ser um pouco menor", finalizou.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Climatempo Espírito Santo espírito santo Meteoro Astronomia

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.