ASSINE

Integração do Transcol com os ônibus de Vila Velha não tem data para acontecer

O projeto no município permanece no papel por motivos administrativos e legais, de acordo com o governo estadual e o município

Publicado em 10/05/2021 às 10h50
Ônibus da Sanremo, de Vila Velha
Ônibus da Sanremo, de Vila Velha. Crédito: Fernando Madeira

A integração entre os ônibus municipais de Vitória com o sistema Transcol teve início na manhã desta segunda-feira (10) com o objetivo de facilitar o dia a dia de quem usa o transporte público na região metropolitana. Já em Vila Velha, outra cidade que estava nos planos do governo estadual para integração, não há prazo para que isso ocorra. 

De acordo com a Secretaria de Mobilidade e Infraestrutura (Semobi), a ampliação das Linhas do Transcol para atender o serviço municipal em Vila Velha não é possível neste momento por questões administrativas e legais. 

"O serviço municipal de transporte possui contrato vigente com a prefeitura e a empresa que presta o serviço municipal não integra nenhum dos consórcios de empresas que possuem contrato para operação no Sistema Transcol", explicou o Semobi, por nota. 

Em 2019, a Câmara de Vila Velha chegou a aprovar o Projeto de Lei nº 3736/19, que autorizava a Administração Municipal a celebrar convênio com o Governo do Estado, por meio da Ceturb-ES, visando à integração do Sistema Municipal de Transporte Coletivo ao Transcol.

Por nota, a atual gestão da Prefeitura de Vila Velha informou que a integração está em "fase de estudo pela administração, ainda sem definição."

A reportagem entrou em contato com a Viação Sanremo para saber se a empresa foi acionada e participará do consórcio, mas até o momento não obteve retorno.

Os ônibus voltam a circular na Grande Vitória
Ônibus do Transcol  na Grande Vitória. Crédito: Vitor Jubino

NA CAPITAL 

A partir desta segunda-feira (10), os passageiros que circulam em coletivos de Vitória podem embarcar nos ônibus do Transcol sem pagar uma segunda passagem. O contrário também é válido. 

Os 130 ônibus "verdinhos" que circulam nos bairros de Vitória agoram fazem parte do Sistema Transcol. Na prática, não muda muita coisa para os usuários de ônibus: os números das linhas serão os mesmos, as cores dos coletivos também e os itinerários continuarão como estão.

O serviço muda para quem usa os dois sistemas. Quem utiliza o "verdinho" e o Transcol para chegar ao destino agora vai pagar apenas uma passagem. Entretanto, cada linha municipal se conecta com uma quantidade específica de linhas troncais.

O passageiro que já utiliza, diariamente, o coletivo de Vitória e o Transcol vai pagar apenas uma passagem para realizar todo seu trajeto, no valor de R$ 4, e não mais duas passagens desde que esteja no tempo previsto. Vale destacar que há um tempo limite para o embarque gratuito em outro coletivo.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.