ASSINE

Cor e gosto do som: capixaba viraliza ao falar de condição rara na web

Ana Eulália, de 19 anos, gravou vídeo contanto como é viver com sinestesia, condição neurológica rara que a faz sentir gosto, cheiro e textura do som

Tempo de leitura: 2min
Publicado em 18/05/2022 às 19h40

Ao falar sobre como é sentir gosto, o cheiro e a cor do som, uma estudante de 19 anos de São Gabriel da Palha, no Noroeste do Estado, fez sucesso com um vídeo nas redes sociais. Na gravação, Ana Eulália conta como é ter sinestesia. A publicação já tem mais de 19 milhões visualizações e despertou a curiosidade de pessoas de várias regiões do Brasil que não conheciam a condição. 

A jovem estava com 14 anos quando descobriu que tinha sinestesia. 

Ana Eulália

Estudante de 19 anos que tem sinestesia

"Comentei com um amigo o quão rosa, quente e macio era o trecho de uma música, e ele disse que não via nada daquilo"

O QUE É SINESTESIA?

Segundo a neurologista Alyne Mendonça, a sinestesia não é uma doença, mas uma condição neurológica. “É uma condição em que o estímulo de uma modalidade sensitiva causa uma experiência sensitiva em outra modalidade não estimulada”, disse.

A médica explicou que a sinestesia é uma condição rara. “A variação nos estudos epidemiológicos é grande, mas existem evidências de que pode afetar até 4% da população. Estudos mais recentes encontraram correlação estatística com o transtorno do espectro autista”, comunicou.

Segundo a neurologista, existem diversas variações da sinestesia. “Podem envolver a visão de cores, o toque, sons, sentidos gustativos...”, completou.

Para Ana Eulália, sinestesia é “enxergar o barulho”, já que ela percebe o gosto, o cheiro e a textura do som. A jovem resolvei contar nas redes sociais como é viver com a condição. O primeiro vídeo em que falou sobre isso, publicado no dia 20 de fevereiro deste ano, já tem 19,2 milhões visualizações e 3,5 milhões curtidas no TikTok. "Gravei despretensiosamente, com o intuito de informar e atingir poucas pessoas. Não tinha ideia que viralizaria", contou.

SENSAÇÃO

Depois do primeiro vídeo em que falou sobre a sinestesia, a jovem fez outras publicações explicando a sensação que tem ao ouvir algumas músicas, como a do grupo sul-coreano BTS. Ela classificou a voz de um dos cantores do grupo como “bem fria, azulada e bastante leve”.

Ao mencionar sentir gosto do som, a jovem contou no vídeo que viralizou que tem uma amiga com uma voz com gosto de suspiro muito forte, e um amigo com voz de gosto de canja de galinha.

Ana Eulália

Estudante de 19 anos com sinestesia

"Vozes femininas geralmente têm gosto doce e as masculinas têm gosto salgado ou amargo"
Vídeo de capixaba viraliza nas redes sociais ao dizer que tem sinestesia
Estudante capixaba Ana Eulália, de 19 anos, consegue sentir gosto, cheiro e a textura do som. Crédito: Reprodução | Instagram @_anaeulalia

Ao ser questionada sobre a reação das pessoas ao descobrirem que ela tem sinestesia, Ana Eulália disse que a maioria acha incrível. “Sempre perguntam o gosto das vozes. Algumas pessoas acham que estou mentindo, mesmo eu sendo diagnosticada por psicóloga e psiquiatra. Mas eu entendo. Tudo que é novo gera estranhamento mesmo”, explicou a estudante.

Apesar de ter nascido em São Gabriel da Palha, Ana Eulália mora em Vitória, onde cursa Ciências Biológicas em uma faculdade. Para ela, a sinestesia é um assunto que deve ser mais discutido. “Muitas pessoas têm, mas não sabem”, ressaltou.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.