ASSINE

Cachorra é resgatada dois dias após deslizamento no Centro de Vitória

Mel foi resgatada nos escombros de uma das casas atingidas pelo deslizamento de uma pedra no Centro de Vitória, no sábado (24). Encontrada embaixo de uma bancada de mármore, que a protegeu, ela não teve ferimentos e já está com a família

Publicado em 28/10/2020 às 17h43
Atualizado em 28/10/2020 às 22h31
A cachorrinha Mel foi resgatada depois de 3 dias presa nos escombros do deslizamento no Centro de Vitória
A cachorrinha Mel foi resgatada depois de 2 dias presa nos escombros do deslizamento no Centro de Vitória. Crédito: Célio Almeida

Uma cachorrinha foi resgatada na tarde desta segunda-feira (26) nos escombros de uma das casas atingidas por uma pedra após um deslizamento no Centro de Vitória, que aconteceu na noite de sábado (24). O animal, que se chama Mel, estava debaixo de uma mesa de mármore – que a protegeu das pedras, das árvores e da terra. Ela não teve ferimentos e já foi devolvida para a família.

O dono da casa, Célio Almeida, contou que foi até o local para procurar materiais que estavam em sua casa. Ele era vizinho da família cuja residência foi completamente destruída e afirmou que o deslizamento atingiu apenas a parte dos fundos do seu imóvel. Quem escutou o choro da Mel foi seu filho Guilherme, que logo tratou de avisar ao pai.

"Meu filho estava lá onde tinha caído o barranco e escutou um choro. Ele saiu chorando, falando que a Mel estava viva. Fui ao terraço, que da para ver onde foi o estrago, e escutei também. Liguei para o Corpo de Bombeiros e, depois de 1h30 tiraram ela lá de baixo", disse. Veja o vídeo que mostra o resgate:

Célio explicou que Mel dormia embaixo de uma bancada de mármore, que quebrou por conta do deslizamento. A peça, porém, ao invés de cair sobre a cachorrinha, fez uma espécie de proteção, impedindo que galhos e pedras atingissem o animal. Ele ainda explicou que o animal não ficou ferido e teve apenas um arranhão na pata, que aconteceu no momento em que era retirado dos escombros.

"Ela dormia debaixo de uma bancada de mármore, que acabou salvando ela. O mármore quebrou e, ao invés de cair em cima dela, a protegeu. Ela estava assustada, ficou presa da cintura para baixo. Não ficou nada machucada, só um arranhão na pata dela por trás. Dei um banho nela e agora ela está na casa do meu filho", contou.

Célio ainda explicou que Mel foi adotada há sete anos, por isso, já faz parte da família. Segundo ele, com o retorno da cachorrinha para casa, todos estão muito felizes e aliviados que ela sobreviveu. "A família toda está muito feliz. A cachorra tem sete anos que está com a gente, vira igual filho. É como uma filha para nós", finalizou.

RELEMBRE O CASO

Uma casa – onde estava uma criança de seis anos, a mãe e a avó – foi atingida por uma pedra que rolou do alto de um morro no Centro de Vitória, por volta das 20h20 deste sábado (24), na Capital. A criança chegou a ficar soterrada e foi socorrida por vizinhos e encaminhada a um hospital. Ela passa bem e o estado de saúde dela é estável. As duas vítimas adultas não precisaram de socorro.

Junto com a pedra, uma massa de terra deslizou e também atingiu a residência. O acidente aconteceu na Rua Barão de Monjardim, próximo ao Parque Municipal da Gruta da Onça. A Guarda Municipal e o Corpo de Bombeiros estiveram no local. A Defesa Civil está avaliando a estrutura do prédio e dos imóveis no entorno.

O menino Mateus Rangel, de seis anos, foi soterrado no deslizamento. Segundo o tio de Mateus, Ricardo Félix, ele engoliu lama e areia, além de ter fraturado o ombro, mas não foi necessário passar por cirurgia. Ele estava internado em observação no Hospital Infantil de Vitória, mas foi transferido nesta quarta-feira (28) para o Vitória Apart Hospital, na Serra. Segundo a família, Mateus passa bem.

Deslizamento na Gruta da Onça, em Vitória

Deslizamento atingiu um prédio no final da rua Barão de Monjardim, em Vitória
Deslizamento atingiu um prédio no final da rua Barão de Monjardim, em Vitória. Leitor
Terra, pedras e galhos desceram o morro e atingiram a casa
Terra, pedras e galhos desceram o morro e atingiram a casa. Corpo de Bombeiros
Na casa atingida moravam três pessoas, uma menina de seis anos, a mãe e a avó
Na casa atingida moravam três pessoas, uma menina de seis anos, a mãe e a avó. Corpo de Bombeiros
Lama que desceu do morro ficou espalhada pelo apartamento
Lama que desceu do morro ficou espalhada pelo apartamento. Corpo de Bombeiros
Três pessoas estavam no apartamento no momento do acidente, duas adultas e uma criança
Três pessoas estavam no apartamento no momento do acidente, duas adultas e uma criança. Corpo de Bombeiros
Três pessoas estavam no apartamento no momento do acidente, duas adultas e uma criança
Três pessoas estavam no apartamento no momento do acidente, duas adultas e uma criança
Três pessoas estavam no apartamento no momento do acidente, duas adultas e uma criança
Três pessoas estavam no apartamento no momento do acidente, duas adultas e uma criança
Três pessoas estavam no apartamento no momento do acidente, duas adultas e uma criança

A Gazeta integra o

Saiba mais
Bombeiros Espírito Santo Grande Vitória Vitória (ES) Centro de Vitória espírito santo

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.