ASSINE

Com protocolo contra Covid, parques do ES reabrem para visitação

Unidades de conservação, como o Parque Pedra Azul e Paulo Cesar Vinha, voltam a receber visitantes cumprindo regras sanitárias em meio à pandemia

Publicado em 27/07/2020 às 19h02
Atualizado em 27/07/2020 às 19h02
Pedra Azul, o destino de montanha mais procurado pelos turistas no Espírito Santo
Pedra Azul, o destino de montanha mais procurado pelos turistas no Espírito Santo. Crédito: Setur/ES

Desde o último sábado (25), parques e unidades de conservação do Espírito Santo, como é o caso do Parque Estadual da Pedra Azul, Paulo Cesar Vinha e Parque Estadual de Itaúnas, voltam a operar com visitação aberta ao público. Para isso, um protocolo sanitário será realizado para prevenção ao contágio do novo coronavírus.

Assim, todas as Unidades de Conservação (Ucs) ficarão com o Centro de Visitantes fechados para evitar aglomerações e os visitantes deverão usar máscaras, levar o próprio recipiente para beber água, além do álcool gel 70% para realizar a higienização das mãos com frequência. Pessoas que fazem parte do Grupo de Risco para a Covid-19 devem evitar a visitação ou acessar em horários de menor lotação.

“Os parques estaduais são importantes ativos que atraem muitos visitantes e, por isso, estamos orientando a observação das recomendações de agendamentos, e limitação do número de pessoas por dia, para que estas visitas aconteçam de forma bem positiva, e o mais importante, com todos em segurança”, diz o secretário de Estado do Turismo, Dorval Uliana.

FUNCIONAMENTO

O Parque da Pedra Azul foi o único que reabriu no fim de semana e só ele funcionará todos os dias por estar em uma região classificada de baixo risco de transmissão da Covid-19. Nesta segunda-feira (27), foram reabertas outras unidades de conversação. Parque Estadual do Forno Grande (PEFG), Parque Estadual Paulo Cesar Vinha (PEPCV), Parque Estadual de Itaúnas (PEI) e o Parque Estadual Cachoeira da Fumaça (PECF) passaram a funcionar seguindo o mesmo padrão de segurança, mas com algumas restrições. 

O da Cachoeira da Fumaça, por exemplo, vai abrir em dois turnos, com visitação de 40 pessoas por turno, sendo que o visitante não poderá ficar o dia inteiro na unidade de conservação. O primeiro turno vai das 8h às 11h e, o segundo turno, vai das 13h às 16h. O do Forno Grande segue as mesmas recomendações do Parque Estadual Cachoeira da Fumaça, sendo a única diferença a determinação de dois turnos de 50 visitantes cada.

O Paulo Cesar Vinha possui uma característica diferente, pois quem faz visitação ao PEPCV, geralmente, procura a Lagoa de Caraís como destino, caminhada que dura cerca de duas horas. Sendo assim, ele estará aberto das 8h às 16h, com capacidade de visitação de 100 pessoas por dia.

Às 14h, os servidores do Iema irão avisar quanto ao retorno dos visitantes para a sede do Parque para quem estiver na Lagoa de Caraís e arredores da UC. Assim, os visitantes terão tempo para chegar até a sede do Parque às 16h. Confira mais detalhes abaixo.

OS PARQUES

  • Parque Estadual Cachoeira da Fumaça (PECF): vai abrir em dois turnos, com visitação de 40 pessoas por turno, sendo que o visitante não poderá ficar o dia inteiro na unidade de conservação. O primeiro turno vai das 8h às 11h e, o segundo turno, vai das 13h às 16h. Das 11h ao meio-dia será feita a limpeza do local. A portaria do Governo do Estado do Espírito Santo exige limpeza a cada três horas e, sendo assim, os turnos são para respeitar o processo de limpeza. De meio-dia às 13h será o horário de almoço dos servidores do Iema e, das 16h às 17h, será realizada nova limpeza. O controle de entrada será realizado na portaria, sem agendamento, ou seja, por ordem de chegada. A reabertura será no dia 27 de julho.

  • Parque Estadual do Forno Grande (PEFG): segue as mesmas recomendações do Parque Estadual Cachoeira da Fumaça, sendo a única diferença a determinação de dois turnos de 50 visitantes cada. A prática de escalada até o Pico do Forno Grande está liberada, com agendamento pelo e-mail [email protected] A reabertura será no dia 27 de julho.

  • Parque Estadual da Pedra Azul (Pepaz): serão dois turnos, de 50 visitantes cada. Toda visitação será feita por agendamento prévio via telefone: (27) 3248-1156. O Pepaz já começa a funcionar neste sábado, 25 de julho, das 8h às 11h e das 13h às 16h.

  • Parque Estadual Paulo Cesar Vinha (PEPCV): possui uma característica diferente, pois quem faz visitação ao PEPCV, geralmente, procura a Lagoa de Caraís como destino, caminhada que dura cerca de duas horas. Sendo assim, o Iema não especificou dois turnos para a visitação ao PEPCV, pois só de caminhada até a Lagoa de Caraís seria gasto praticamente o tempo de um turno de visitação. O PEPCV estará aberto, a partir do dia 27 de julho, das 8h às 16h, com capacidade de visitação de 100 pessoas por dia. Às 14h, os servidores do Iema irão avisar quanto ao retorno dos visitantes para a sede do Parque para quem estiver na Lagoa de Caraís e arredores da UC. Assim, os visitantes terão tempo para chegar até a sede do Parque às 16h. O Iema ressalta que o PEPCV possui alta capacidade de dispersão, ficando difícil ocorrer aglomeração de pessoas.

  • Parque Estadual de Itaúnas (PEI): A unidade estará aberta das 8h às 16h e poderá receber até 100 pessoas por dia. Só os atrativos naturais estarão à disposição. O Centro de Visitantes estará fechado.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.