ASSINE

674 estabelecimentos do ES aderiram ao selo "Turismo Responsável"

Município de Anchieta teve maior adesão durante a campanha e venceu o desafio, mas Vitória possui maior número de empreendimentos com o selo

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 02/07/2021 às 16h47
Agência de turismo é um dos segmentos avaliados no Recall de Marcas
Campanha incentiva o turismo seguro. Crédito: JCOMP/ Freepik

O Espírito Santo contabiliza a emissão de 674 selos "Turismo Responsável, Limpo e Seguro" em pouco mais de um ano de campanha, segundo a Secretaria de Estado de Turismo (Setur). O programa, desenvolvido em parceria com o Governo Federal, estabelece boas práticas de higienização para 15 segmentos do setor turístico e nos últimos quatro meses foram de campanha intensiva de incentivo direto com os municípios e empresários.

A adesão ao selo Turismo Responsável pode ser feita pela internet. Gratuito, o selo tem como pré-requisito estar regularizado no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur). Feita a adesão, o estabelecimento passa a implantar os protocolos mínimos indicados à atividade, tem acesso à arte do selo, que deverá ser afixada em local de fácil acesso, sinalizando ao turista que o local segue as normas de prevenção e combate à Covid-19.

A iniciativa é vista como um incentivo para que consumidores se sintam seguros ao viajar e frequentar locais que cumpram protocolos específicos para a prevenção da covid-19, posicionando o Estado (e o Brasil) como um destino protegido e responsável. 

DESAFIO

O desafio, realizado de fevereiro até o dia 30 de junho, consistia no aumento de estabelecimentos cadastrados no programa. O município de Anchieta alcançou o melhor desempenho e ficou em primeiro lugar na classificação.  No início do desafio, o município tinha 11 empreendimentos com o selo Turismo Responsável e fechou o período-limite com mais 94 selos emitidos, o que significa um aumento de 854,55%.

O município receberá da Setur um e-book sobre o destino, apoio técnico do Observatório do Turismo para a realização de pesquisa, camisetas e porta copos promocionais do Descubra o Espírito Santo.

A secretária de Estado de Turismo, Lenise Loureiro, destaca que o desafio foi uma motivação a mais para as equipes de turismo e empreendedores buscarem a certificação, que sinaliza ao turista que os empreendimentos estão seguindo as normas sanitárias tão importantes neste momento. “O aumento na adesão ao selo qualifica não só os municípios, mas o destino Espírito Santo, tornando nosso Estado ainda mais atraente e seguro para receber turistas de todas as partes”, enfatiza.

Alfredo Chaves e Domingos Martins, segundo e terceiro lugares respectivamente, também registraram um percentual muito positivo no aumento de adesões. Alfredo Chaves iniciou com três empreendimentos , conquistou mais 11 (+366,67%) chegando a 14 selos emitidos. Domingos Martins, em fevereiro, tinha sete e durante o desafio conquistou mais 25 chegando a 32, o que representa aumento de 357,14%.

Vale lembrar que apesar do crescimento e do primeiro lugar para Anchieta, o município é o segundo com maior número de estabelecimentos cadastrados. O campeão é Vitória com 150 inscrições, sendo que 132 locais já estavam no programa antes do desafio.

SELO TURISMO RESPONSÁVEL

Vale lembrar que a adesão ao selo Turismo Responsável continua na internet. No site www.gov.br, o empreendedor tem acesso a todas as normas sanitárias elaboradas para as 15 atividades e pode fazer a adesão ao selo preenchendo os dados solicitados. Basta digitar no campo de preenchimento na página principal "Selo Turismo Responsável" e conferir as informações necessárias.

RESULTADO DO DESAFIO SELO RESPONSÁVEL

  • Anchieta: 11 (antes do desafio) + 94 (durante o desafio) = 105
  • Alfredo Chaves: 3 (antes do desafio) + 11 (durante o desafio) = 14
  • Domingos Martins: 7 (antes do desafio) + 25 (durante o desafio) = 32
  • Guaçuí: 2 (antes do desafio) + 2 (durante o desafio) = 4
  • Vitória: 132 (antes do desafio) + 18 (durante o desafio) = 150
  • Vila Velha: 69 (antes do desafio) + 7 (durante o desafio) = 76
  • Santa Teresa: 7 (antes do desafio) + 4 (durante o desafio) = 11
  • Cariacica: 34 (antes do desafio) + 4 (durante o desafio) = 38
  • Afonso Cláudio: 0 (antes do desafio) + 2 (durante o desafio) = 2
  • Linhares: 9 (antes do desafio) + 7 (durante o desafio) = 16
  • Mucurici: 0 (antes do desafio) + 2 (durante o desafio) = 2
  • Colatina: 11 (antes do desafio) + 2 (durante o desafio) = 13
  • Venda Nova do Imigrante: 10 (antes do desafio) + 0 (durante o desafio) = 10
  • Viana: 4 (antes do desafio) + 2 (durante o desafio) = 6
  • Marataízes: 4 (antes do desafio) + 2 (durante o desafio) = 6
  • Serra: 32 (antes do desafio) + 6 (durante o desafio) = 38
  • Itaguaçu: 0 (antes do desafio) + 1 (durante o desafio) = 1
  • Águia Branca: 0 (antes do desafio) + 1 (durante o desafio) = 1
  • Guarapari: 39 (antes do desafio) + 3 (durante o desafio) = 42
  • Santa Leopoldina: 1 (antes do desafio) + 1 (durante o desafio) = 2
  • Marechal Floriano: 5 (antes do desafio) + 1 (durante o desafio) = 6
  • Aracruz: 24 (antes do desafio) + 2 (durante o desafio) = 26
  • Alegre: 1 (antes do desafio) + 1 (durante o desafio) = 2
  • Rio Novo do Sul: 0 (antes do desafio) + 1 (durante o desafio) = 1
  • Piúma: 0 (antes do desafio) + 1 (durante o desafio) = 1
  • Mimoso do Sul: 1 (antes do desafio) + 0 (durante o desafio) = 1
  • Vargem Alta: 1 (antes do desafio) + 0 (durante o desafio) = 1
  • Fundão: 1 (antes do desafio) + 0 (durante o desafio) = 1
  • Baixo Guandu: 1 (antes do desafio) + 0 (durante o desafio) = 1
  • Jerônimo Monteiro: 1 (antes do desafio) + 0 (durante o desafio) = 1
  • Castelo: 1 (antes do desafio) + 0 (durante o desafio) = 1
  • Apiacá: 1 (antes do desafio) + 0 (durante o desafio) = 1
  • Vila Valério: 1 (antes do desafio) + 0 (durante o desafio) = 1
  • Iúna: 3 (antes do desafio) + 0 (durante o desafio) = 3
  • Ibatiba: 3 (antes do desafio) + 0 (durante o desafio) = 3
  • Itapemirim: 3 (antes do desafio) + 0 (durante o desafio) = 3
  • Nova Venécia: 3 (antes do desafio) + 0 (durante o desafio) = 3
  • Cachoeiro de Itapemirim: 12 (antes do desafio) + 0 (durante o desafio) = 12
  • Conceição da Barra: 11 (antes do desafio) + 0 (durante o desafio) = 11
  • Santa Maria de Jetibá: 3 (antes do desafio) + 0 (durante o desafio) = 3
  • João Neiva: 2 (antes do desafio) + 0 (durante o desafio) = 2
  • Boa Esperança: 2 (antes do desafio) + 0 (durante o desafio) = 2
  • Ibitirama: 2 (antes do desafio) + 0 (durante o desafio) = 2
  • São Mateus: 7 (antes do desafio) + 0 (durante o desafio) = 7
  • Muqui: 4 (antes do desafio) + 0 (durante o desafio) = 4
  • Dores do Rio Preto: 6 (antes do desafio) + 0 (durante o desafio) = 6

*Com informações da Setur

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.