ASSINE

Yudi lembra salário de R$ 80 mil e idas a prostíbulos aos 18: "Glamour"

Ex-estrela teen do SBT, o artista lembra que chegou a ter um salário de R$ 80 mil, mais publicidade. Ele diz que a pouca maturidade o fez se perder com a fama

Publicado em 03/03/2021 às 09h49
O artista Yudi Tamashiro
O artista Yudi Tamashiro. Crédito: Leonardo Stefanini/Reprodução/Instagram @yuditamashiro

Yudi Tamashiro apresentou o Bom Dia & Cia, no SBT, entre 2005 e 2012. Hoje, aos 28 anos, ele reflete que lidar com salários altos e fama desde cedo o fizeram ter responsabilidades que ele não estava preparado para arcar. 

"Olhando de fora, foi uma vida cheia de glamour. Foi, sim. Mas com responsabilidades que não eram para uma criança", diz ele ao Flow Podcast, completando que até hoje é acompanhando por psicólogos. 

"Sinto que há coisas que foram importantes de viver, mas preciso trabalhar isso dentro de mim. É horrível quando você está sofrendo e as pessoas apontam que sua vida é muito boa", continuou lembrando. 

No auge, somando seu salário do SBT a campanhas publicitárias, Yudi chegou a faturar R$ 80 mil por mês. Um dos motivos que ele acredita que foram responsáveis pela fama ter subido à cabeça naquele momento. 

"Eu saía do trabalho emendava um prostíbulo para almoçar. Aí eu chegava lá e mais conversava com as garotas do que fazia (sexo). Eu queria dividir coisas que eu não podia dividir com outras pessoas. E aí era o contrário. Normalmente as prostitutas conversam com a gente, né? Conversando, eu ficava louco, emendava uma balada. Se não arrumasse nenhuma mina na balada, saía para a casa de swing. E da casa de swing levava umas meninas para a minha casa. Ou então ia virado (trabalhar). Com 18 anos, você tem pique de ficar três dias virados", confessa o artista. 

Yudi recentemente anunciou oficialmente o fim de seu relacionamento com a assessora política Mayara de Lara, de 27 anos. No entanto, ele diz que acredita no amor. 

A Gazeta integra o

Saiba mais
celebridades Famosos SBT

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.