ASSINE

José de Abreu deixa Nova Zelândia e volta para gravar 'Um lugar ao Sol'

Carol Junger falou sobre o retorno repentino do casal para o Brasil

Publicado em 03/03/2021 às 16h10
Atualizado em 03/03/2021 às 16h10
 José de Abreu e Carol Junger deixam a Nova Zelândia e voltam ao Brasil
José de Abreu e Carol Junger deixam a Nova Zelândia e voltam ao Brasil. Crédito: Reprodução Instagram / @carolynnejunger

Na noite desta terça-feira, 2, Carol Junger contou pelo Instagram sobre sua volta ao Brasil com José de Abreu, escalado para a nova novela das 21h da Globo, Um lugar ao Sol. O casal viveu na Nova Zelândia por mais de um ano e retornou às pressas para o Rio de Janeiro.

"Foi tudo muito rápido! Em questão de 6 dias o Zé foi chamado e estávamos no avião voltando. Tiveram amigos nossos da Nova Zelândia que só souberam que estávamos indo embora 3 dias antes e fiz uma despedida em cima da hora. Viver com o Zé é assim, e até hoje estou tentando entrar no ritmo", disse Carol no stories.

A maquiadora conta que eles ficaram fora por 1 ano e 4 meses e se não fosse a novela, ainda estariam na Nova Zelândia e depois iriam para a Austrália. "Provavelmente vamos ficar até o fim da novela e depois vamos embora de novo", afirmou, apesar de não ser uma opção voltar para lá.

"Por enquanto não é uma opção porque as fronteiras estão fechadas e a novela acaba antes delas abrirem. Mas sim, quando for possível, queremos voltar lá". Por enquanto, o próximo destino é um segredo.

Carol se mostrou preocupada em voltar para o Brasil em um momento tão crítico da pandemia de coronavírus, deixando para trás a segurança da Nova Zelândia, onde a doença está controlada. "Não está sendo fácil, ainda mais pelo meu marido ser grupo de risco e termos de tomar o dobro de cuidado. Eu já estava querendo voltar pro Brasil, e por mais que já soubesse que tudo seria diferente, no fundo eu queria acreditar que não seria", destacou, concluindo que não está feliz como gostaria de estar. "Me sinto muito estranha ainda. Em 6 dias só sai na rua uma vez pra ver minha família, estou engatinhando ainda para me sentir segura e começar a viver o novo normal".

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.