ASSINE

Projeto vai contar a trajetória de mulheres que fizeram história no ES

O "Diálogos no tempo: histórias de mulheres capixabas" deverá acontecer por três semanas, em seis encontros sempre às terças e quintas-feiras, a partir das 19h30

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 11/05/2021 às 13h33
Feminismo como pauta no ES
Munah e Lívia Rangel são mediadoras do evento que empodera mulheres capixabas. Crédito: Arquivo do projeto @palcohistoria

Em mais uma proposta contemplada pela Lei Aldir Blanc, um ciclo de debates entre mulheres protagonistas no cenário contemporâneo do Espírito Santo acontecerá a partir desta terça-feira (11). O "Diálogos no tempo: histórias de mulheres capixabas" deverá acontecer por três semanas, em seis encontros sempre às terças e quintas-feiras, a partir das 19h30. As transmissões ao vivo deverão acontecer pelo Canal do Palco História no Youtube e na página do Facebook.

Idealizado pela historiadora Lívia Rangel, o projeto propõe como diferencial a construção de um bate-papo com as mulheres capixabas do presente, em que será tomado como referência a trajetória de personagens femininas históricas que foram fundamentais para a luta dos direitos e da participação nas diferentes esferas da sociedade capixaba.

De acordo com Rangel, a perspectiva é a de que para falar do presente não se pode abrir mão do passado. "Para falarmos das mulheres do presente, não podemos deixar de falar das mulheres do passado, especificamente porque suas histórias sofrem o esquecimento característico de uma sociedade que se narra no masculino, em que se constroem memórias excludentes. E o que nos motivou tinha a ver com a necessidade que sentíamos de colocar em discussão, para um público mais amplo, questões que geralmente são pesquisadas e ficam restritas ao ambiente acadêmico", iniciou.

O projeto será realizado de maneira virtual e receberá como convidadas a ex-vice reitora da Ufes, a epidemiologista Ethel Maciel; a ativista LGBT+ Deborah Sabará; a escritora Bernadette Lyra; a artista visual Kika Carvalho; a vereadora Camila Valadão; e a psicanalista Sonia Rodrigues.

Feminismo como pauta no ES
Capixabas protagonizam debates de empoderamento à mulher. Crédito: Arquivo do projeto @palcohistoria

A mediação do evento ficará por conta da idealizadora e da socióloga Munah Mulak. "Na oportunidade de cada um desses encontros, vamos trazer seis nomes de mulheres históricas capixabas para dialogarem com as trajetórias e opiniões das convidadas. Os nomes selecionados para figurarem como homenageadas são: Judith Leão Castello Ribeiro, Maria Stella de Novaes, Lídia Besouchet, Haydée Nicolussi, Carmélia Maria de Souza e Maria Veronica da Pas", contou Lívia Rangel.

Lívia Rangel

Historiadora e idealizadora do debate

"O fato é que a história das mulheres no Espírito Santo é uma história praticamente desconhecida. Pouco pesquisada, padece de um interesse que a fortaleça como campo de saber e ferramenta de construção de uma memória social que possibilite conjunções de forças na luta por maiores garantias de direitos às mulheres hoje e no futuro"

EXPECTATIVAS

As expectativas para o evento online, segundo a historiadora, consistem em dar voz às mulheres e promover maior engajamento com a história feminina. "As mulheres compartilham ainda de violências muito concretas, que só existem porque vivemos em uma sociedade fortemente orientada pelos machismos, sexismos, racismos, uma sociedade transfóbica que vê as diferenças como ameaças. Queremos, a partir desta primeira atividade, consolidar espaços específicos de conversas, diálogos, espaços de criação coletiva, que promovam maior envolvimento com uma história que é feita de todas nós", ressaltou.

"Queremos falar das mulheres negras, das mulheres trans, das mulheres trabalhadoras, das cientistas, das mulheres escritoras, das mulheres mães, das mulheres no sentido mais plural possível", finalizou Rangel.

SERVIÇO

"Diálogos no tempo: histórias de mulheres capixabas"

  • Onde: InstagramYoutube e Facebook;
  • Quando: terças e quintas-feiras até o dia 27 de maio;
  • Início: nesta terça-feira (11), às 19h30;

Programação

  • 11/05 (terça-feira) – Ethel Maciel & Maria Stella de Novaes
  • 13/05 (quinta-feira) – Camila Valadão & Judith Leão Castello Ribeiro
  • 18/05 (terça-feira) – Bernadette Lyra & Haydée Nicolussi
  • 20/05 (quinta-feira)  – Deborah Sabará & Lídia Besouchet
  • 25/05 (terça-feira) – Kika Carvalho & Carmélia Maria de Souza
  • 27/05 (quinta-feira)  – Sônia Rodrigues & Maria Veronica da Pas

A Gazeta integra o

Saiba mais
Cultura mulher Todas Elas Mulheres inspiradoras capixaba capixaba Feminismo

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.