ASSINE

MAES reabre na quinta-feira (3) recebendo até 10 pessoas por horário

Museu volta a funcionar após quatro anos de reforma com a exposição Vix Estórias Capixabas. Conheça os protocolos para visitação

Publicado em 28/11/2020 às 12h00
Atualizado em 28/11/2020 às 12h00
Data: 31/12/2019 - ES - Vitória - MAES, Museu de Artes do ES - Editoria: Cidades - Foto: Fernando Madeira - GZ
Fachada do Museu de Artes do ES, no Centro de Vitória. Crédito: Fernando Madeira

A esquina da Avenida Jerônimo Monteiro com a Rua Barão de Monjardim, no Centro de Vitória, volta a ganhar vida na próxima quinta-feira (3). Na data, será reaberto o Museu de Arte do Espírito Santo - Dionísio del Santo (Maes) após quatro anos de reformas, com direito a solenidade e a presença do governador Renato Casagrande, às 16h.

A reabertura em meio a pandemia pode gerar um certo receio em alguns visitantes, mas o Governo do Estado garante a segurança dos apreciadores da arte. O evento de reabertura seguirá os protocolos sanitários e de distanciamento social por conta da Covid-19.

Já as visitas, poderão ser feitas seguindo as medidas sanitárias obrigatórias, como uso de máscaras e disponibilidade de álcool em gel. Vale ressaltar que o espaço comportará apenas 10 pessoas por rodada de visitas.

Para fazer passeios em grupo - entre cinco e dez pessoas - o agendamento de visitas é um protocolo obrigatório.  Ele pode ser feito pelo e-mail [email protected] e dúvidas podem ser tiradas pelo telefone (27) 3132-8393.

O horário de funcionamento do MAES foi reduzido por conta da pandemia. O local estará de portas abertas de terça à sexta, das 10h às 16h. Sábados e domingos, as visitas acontecem das 12h às 16h.

Para a reabertura, o destaque ficará por conta da exposição “Vix Estórias Capixabas”, que trará obras de 23 artistas locais, nacionais e internacionais contemporâneos e que se relacionam com as obras de Eupídio Malaquias (1919-1999) e Dionísio Del Santo (1925-1999) – esse último artista, inclusive, dá nome ao museu - em uma mescla entre o contemporâneo e o tradicional, ressaltando a história da cidade e do museu. A mostra fica em cartaz até março de 2021.

De acordo com o secretário de Estado da Cultura, Fabrício Noronha, "a proposta para o museu reaberto é uma maior integração com o Centro da cidade, seus moradores e fazedores da cultura, a partir da arte e para além dela. A exposição Vix celebra os 22 anos do Maes e vai contar com uma reunião muito interessante de artistas e um extenso programa de arte-educação, ampliando, assim, o alcance do conceito e dos debates da mostra", destaca.

Obras de Elpídio Malaquias no acervo do Museu de Arte do Espírito Santo (Maes)

Obras de Elpídio Malaquias, artista capixaba que dá nome ao Museu de Arte do Espírito Santo (Maes), no Centro de Vitória
Obra de Elpídio Malaquias que está no acervo do Museu de Arte do Espírito Santo (Maes), no Centro de Vitória. Secult/Divulgação
Obras de Elpídio Malaquias, artista capixaba que dá nome ao Museu de Arte do Espírito Santo (Maes), no Centro de Vitória
Obra de Elpídio Malaquias que está no acervo do Museu de Arte do Espírito Santo (Maes), no Centro de Vitória. Secult/Divulgação
Obras de Elpídio Malaquias, artista capixaba que dá nome ao Museu de Arte do Espírito Santo (Maes), no Centro de Vitória
Obra de Elpídio Malaquias que está no acervo do Museu de Arte do Espírito Santo (Maes), no Centro de Vitória. Secult/Divulgação
Obra de Elpídio Malaquias que está no acervo do Museu de Arte do Espírito Santo (Maes), no Centro de Vitória
Obra de Elpídio Malaquias que está no acervo do Museu de Arte do Espírito Santo (Maes), no Centro de Vitória
Obra de Elpídio Malaquias que está no acervo do Museu de Arte do Espírito Santo (Maes), no Centro de Vitória

FORMATO ON-LINE

Além do formato presencial, o MAES entrou na era digital. A exposição “Vix Estórias Capixabas” contará com uma vasta programação on-line, como ações de formação de professores, palestras e ciclo de encontros com artistas e pesquisadores, por via das redes sociais e ferramentas de videochamadas, com a criação de salas de conferência para os participantes. Haverá também um vídeo que apresentará, virtualmente, a exposição em que a Secretaria da Cultura (Secult) e o MAES irão transmitir em suas redes sociais, e pela TV Educativa (TVE).

”O Maes é um espaço cultural do Estado que, de alguma maneira, tem que prover formas para alcançar todas as camadas sociais, nas mais diversas regiões do Estado, e a gente precisa pensar em todas as medidas alternativas de alcance. Por isso, a internet cumpre esse papel de forma parcial e vamos investir nesse formato igualmente para o registro como legado para estudantes e pesquisadores da arte. Sobre a parceria pela TVE, a nossa expectativa é que a transmissão do vídeo pela TV aberta chegue a um número maior de pessoas”, enfatiza Ana Luiza Bringuente, diretora do MAES.

A REFORMA

Para aperfeiçoar o espaço disponível do MAES e de adequá-lo às normas de acessibilidade, foi elaborado no ano de 2016 um projeto de reforma, que propõe garantir acessibilidade motora e adequação da Reserva Técnica, conforme padrões museológicos internacionais; ampliar a área expositiva permitindo uma maior flexibilização do espaço para comportar propostas diversas de exposições, além de criar espaços de convivência que se somam às exposições e ações educativas.

A proposta previu a abertura das janelas do museu para a cidade, considerando parte do projeto de implantação do museu, desenvolvido por Paulo Herkenhoff, em 1995. Sobre acessibilidade, o projeto previu também soluções para portadores de necessidades especiais, como banheiros, elevador e sinalização adequada, além de mobiliário adequado para a guarda do acervo, hoje com, aproximadamente, 600 obras. A reforma teve um investimento de R$ 2 milhões.

“O museu passou por uma reestruturação no espaço expositivo, na reserva técnica onde fica acomodado o seu acervo. Esperamos que o Maes proporcione o estímulo à pesquisa, sem contar as ações dos projetos educativos que contemplem toda a sua diversidade, pois é um patrimônio feito para ser revisitado. A expectativa é que as ações do museu cheguem a todas as camadas sociais e que sociedade saiba que o museu pertença a elas. Temos o entendimento que a arte tem de ser para todos”, afirmou Ana.

VÍDEO FEITO EM 2018 DE DENTRO DO MUSEU

SERVIÇO

  • Reabertura do Museu de Arte do Espírito Santo Dionísio Del Santo (MAES) + Exposição “Vix Estórias Capixabas”
  • Abertura: 03 de dezembro, quinta-feira, às 16 horas.
  • Visitação: 04 de dezembro, sexta-feira, até o dia 03 março de 2021, quarta-feira.
  • Agendamento de grupos de até 10 pessoas pelo e-mail [email protected]

Museu de Arte do Espírito Santo Dionísio Del Santo

  • Onde: Avenida Jerônimo Monteiro, 557, Centro, Vitória.
  • Funcionamento:  Segunda-feira a sexta-feira: das 10h às 16h; Sábados: das 12h às 16h; Domingos e feriados: das 12h às 16h;
  • Informações: (27) 3132-8393

A Gazeta integra o

Saiba mais
Cultura Espírito Santo Centro de Vitória espírito santo Arte

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.