ASSINE

Bolsonaro diz que auxílio de R$ 600 para informais sai semana que vem

Presidente afirmou que quer que Congresso dê aval para o gasto extra que deve chegar a R$ 98 bilhões; valor será pago por três meses

Publicado em 02/04/2020 às 10h25
Atualizado em 02/04/2020 às 11h01
Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro quer que Congresso aprove o gasto extra para pagamento de benefícios. Crédito: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse nesta quinta-feira (2) que o pagamento do auxílio de R$ 600 para os trabalhadores informais  deve começar na semana que vem. A  intenção do governo é aliviar os efeitos da pandemia de coronavírus de quem perdeu ou teve a renda reduzida .

"Está a todo o vapor, semana que vem começa a pagar", afirmou o presidente. "Assinei ontem (quarta), estava aguardando outra medida provisória, porque não adianta dar um cheque sem fundo. Tem que ter o crédito também", declarou.

Bolsonaro sancionou o projeto, aprovado pelo Congresso na última quarta (1º), mas o documento ainda não foi publicado no "Diário Oficial da União". Na prática, a medida ainda não está valendo.

O presidente informou que aguarda a aprovação no Congresso de uma medida provisória para garantir a legalidade do gasto extra, já que o auxílio sairá dos cofres do governo. Ele ressaltou ainda que o Congresso tem que avalizar a criação de novas despesas e apontar as fontes de onde sairá o dinheiro.

O governo explicou que o auxílio de R$ 600, que será pago por três meses, beneficiará 54 milhões de pessoas com um custo de R$ 98 bilhões.

Bolsonaro afirmou que a MP deve sair ainda nesta quinta (2). "Uma canetada minha errada é crime de responsabilidade, dá para vocês entenderem isso? Vocês querem que eu cave minha própria sepultura? Não vou dar esse prazer para vocês", completou o presidente, se dirigindo a jornalistas.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.