ASSINE

Bolsonaro descarta elevar imposto para manter preço dos combustíveis

A possibilidade de elevar a Cide seria uma contrapartida para evitar a perda de arrecadação do governo federal, que deve passar a receber menos por conta do baixo preço do petróleo

Publicado em 09/03/2020 às 16h21
Atualizado em 09/03/2020 às 16h21
 Presidente da República, Jair Bolsonaro . Crédito: Foto: Isac Nóbrega/PR
Presidente da República, Jair Bolsonaro . Crédito: Foto: Isac Nóbrega/PR

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) usou as redes sociais na tarde desta segunda-feira (09) para dizer que não vai aumentar a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) para manter o preço dos combustíveis.

No Twitter o presidente escreveu: “NÃO existe possibilidade do Governo aumentar a CIDE para manter os preços dos combustíveis. O barril do petróleo caiu, em média, 30% (US$ 35 o barril). A Petrobras continuará mantendo sua política de preços sem interferências. A tendência é que os preços caiam nas refinarias.”

A possibilidade de elevar a Cide seria uma contrapartida para evitar a perda de arrecadação do governo federal, que deve passar a receber menos por conta do baixo preço do petróleo.

A declaração de Bolsonaro acontece no dia em que o preço do barril de petróleo atinge sua maior queda diária desde a Guerra do Golfo (1990 e 1991). A queda aconteceu depois que a Arábia Saudita, maior exportadora de petróleo do mundo, iniciou uma guerra de preços contra a Rússia.

Os países membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) estavam cogitando reduzir a produção – já que há uma redução na demanda de petróleo por conta do coronavírus – e manter os preços estáveis.

Este vídeo pode te interessar

A Rússia, por sua vez, não aceitou reduzir a produção. Como forma de retaliação, a Arábia Saudita não só anunciou o aumento da produção como também a venda com descontos para determinados países.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.