ASSINE

Bancos vão dar até 95% de desconto em dívidas durante feirão on-line

Dívidas serão negociadas, com possibilidade de perdão de juros e multas, em plataforma virtual no Mutirão da Febraban, que conta com a participação de 160 instituições financeiras

Vitória
Publicado em 05/11/2021 às 08h36

Quem está com dívidas em atraso com bancos terá uma ajudinha para ficar no azul antes de acabar o ano. O Mutirão Nacional de Negociação de Dívidas e Orientação Financeira, que começou na última segunda-feira (1º) e vai até 30 de novembro, vai oferecer várias condições especiais para os clientes quitarem seus débitos. 

São 160 instituições financeiras participantes do mutirão virtual, como Banco do Brasil, Caixa e Banestes, por exemplo. Entre os benefícios, estão descontos de até 95% sobre o valor da dívida contratada e até perdão de 100% dos juros e multas a depender da instituição financeira e das condições do cliente.

O mutirão é promovido pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) em parceria com o Banco Central, com o Senado e com a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon). A iniciativa visa ajudar com orientações para quitação de dívidas e melhoria da saúde financeira do cidadão.

Este vídeo pode te interessar

dívidas
Público alvo do mutirão de renegociação de dívidas são pessoas físicas. Crédito: IStock

O público alvo são pessoas físicas com dívidas em atraso que foram contratadas com bancos ou financeiras e que não possuem bens em garantia. Os débitos serão negociados por meio do site de mediação de conflitos do governo consumidor.gov.br, criado pela Senacon.

O site do projeto disponibiliza um tutorial para saber quais são as dívidas e onde consultar suas pendências. Ainda no portal é sugerido um valor mensal para pagar as parcelas sem comprometer toda a renda.

De acordo com a Confederação Nacional do Comércio, Bens, Serviços e Turismo (CNC), o endividamento da população brasileira atingiu o nível recorde de 72%, o que representa cerca de 62 milhões de pessoas.

AS CONDIÇÕES ESPECIAIS

Durante o período do mutirão nacional, o Banco do Brasil vai oferecer descontos de até 95% nas dívidas dos clientes para pagamento à vista. Além disso, o banco está dando descontos de até 50% na taxa originalmente contratada para renegociação em até 100 meses para pagamento.

Banestes vai avaliar a possibilidade de concessão de até 100% de desconto em todos os juros, correção monetária e multa, além de definir um novo prazo de parcelamento da dívida, que pode chegar a 99 meses. É importante lembrar que os descontos são sempre maiores para quem decide pagar à vista.

Serão renegociados todos os produtos ofertados pelo Banestes. Por exemplo, contratos de antecipação de Imposto de Renda, crédito pessoal, microcrédito, antecipação do 13º salário, cheque especial e cartão de crédito. É necessário que as dívidas não ultrapassem o valor de até R$ 500 mil para clientes pessoa física e R$ 1 milhão para clientes pessoa jurídica. Em ambos os casos, o atraso deve ser superior a 60 dias.

Na Caixa Econômica Federal os descontos para quitação de contratos de pessoas físicas podem chegar a até 90% o valor da dívida e as condições variam conforme o perfil do crédito contratado e o tempo de atraso.

Bradesco informou que participa da ação voltada para pessoas físicas com dívidas em atraso cujas modalidades não contemplem bens como garantia do empréstimo, e que vai oferecer desconto adicional para pagamento à vista.

Já o Santander afirmou que atuará no mutirão da Febraban com taxas a partir de 0,49% ao mês.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Banestes Caixa Econômica Federal Banco do Brasil Bradesco Itaú Unibanco Santander

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.