ASSINE

Auxílio Brasil temporário deve ser criado por MP sem definição de valor e prazo

Palácio do Planalto quer elevar o benefício do Auxílio Brasil, que deve substituir o Bolsa Família, para, no mínimo, R$ 400 por mês. Ainda está em discussão, porém, como alcançar esse patamar

Publicado em 20/10/2021 às 16h16
Dinheiro do auxílio emergencial
Segundo interlocutores, o benefício temporário de R$ 200, para alcançar o valor do tíquete desejado por Jair Bolsonaro, deve mesmo entrar na PEC dos Precatórios. . Crédito: Silmara Gonçalves

O governo definiu os moldes da MP (medida provisória) que criará um benefício temporário para quem receberá o Auxílio Brasil, mas a ideia é não prever ainda o valor a ser pago.

A última versão MP que vai dar autorização para essa parcela temporária, segundo integrantes do governo, deve deixar a definição do valor e do prazo para um regulamento.

O Palácio do Planalto quer elevar o benefício do Auxílio Brasil, que deve substituir o Bolsa Família, para, no mínimo, R$ 400 por mês. Ainda está em discussão, porém, como será possível alcançar esse patamar.

Ao colocar a definição do valor a ser regulamentado, o governo tem mais chance de conseguir conter uma pressão do Congresso por um aumento ainda mais robusto no benefício do novo programa.

A equipe econômica teme que, ao receber a proposta de ampliação do valor do programa social, líderes do Congresso acabassem elevando ainda mais os gastos do Auxílio Brasil.

Segundo interlocutores, o benefício temporário de R$ 200, para alcançar o valor do tíquete desejado por Jair Bolsonaro, deve mesmo entrar na PEC dos Precatórios, como a Folha de S.Paulo noticiou na terça-feira (19).

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.