ASSINE

Entenda a importância do sorriso para a beleza após os 50 anos

Dentes tortos, amarelados ou escurecidos podem tornar o aspecto do sorriso menos jovial

  • Flávia Machado

  • Estúdio Gazeta

    O Estúdio Gazeta é o time de produção de conteúdo para anunciantes da Rede Gazeta, com estrutura independente da Redação de A Gazeta/CBN.
Publicado em 23/06/2021 às 18h30
A atriz Julia Roberts é um exemplo de sorriso que faz toda diferença
A atriz Julia Roberts é um exemplo de sorriso alinhado que faz toda diferença e encanta. Crédito: Reprodução/ Instagram

Prestes a completar 54 anos e dona de um dos sorrisos mais encantadores do mundo, a atriz norte-americana Julia Roberts é a prova de que grande parte da beleza de uma pessoa pode estar concentrada ali, entre o nariz e o queixo.

A ortodontista Flávia Machado destaca que o sorriso responde por cerca de 40% da beleza da face e tem uma importância enorme quando se quer envelhecer bem. Dentes alinhados, com posição, forma e coloração adequadas ajudam muito a trazer jovialidade a qualquer um.

O contrário, claro, também é verdade. "Todo o nosso corpo muda com o passar dos anos. Assim como a pele, os músculos e até o brilho dos olhos, o sorriso e a dentição também sofrem alterações ao longo do tempo. Os dentes tendem a se movimentar, ficando ' tortos', o que chamamos de apinhamento. A região mais afetada é a dos dentes do arco inferior, alteração conhecida como apinhamento terciário, típico do processo de envelhecimento. É muito comum recebermos pacientes com esse tipo de queixa e que desejam recuperar a beleza e jovialidade do sorriso", observa Flávia.

Segundo ela, em outras situações, especialmente em pacientes que tiveram problemas periodontais, com perdas ósseas e gengivais, pode acontecer o contrário: abertura de espaços entre os dentes que, da mesma forma, comprometem a graciosidade do sorriso. "A mudança na cor dos dentes também é uma queixa frequente e costuma ser percebida mais cedo. A grande exposição a alimentos com corantes e mesmo aos naturalmente mais impregnados com cor, como açaí, vinho tinto e outros acabam deixando os dentes mais amarelados ou escurecidos", aponta.

SORRISO NATURAL

Um sorriso bonito pode fazer muito pela autoestima das pessoas. E é possível mudá-lo, melhorar seu aspecto, torná-lo mais harmonioso com a ajuda de profissionais especializados. Mas é fundamental, diz Flávia, respeitar a beleza própria de cada idade e evitar sorrisos artificiais.

Dentista Flávia Machado
A ortodontista Flávia Machado destaca que o sorriso responde por cerca de 40% da beleza da face . Crédito: Divulgação

"Cada idade tem a sua beleza, e um belo sorriso aos 20 anos é diferente de um belo sorriso aos 50, 60 ou 70 anos. Exageros podem gerar efeito contrário, artificial, o que não é sinônimo de jovialidade".

Várias técnicas podem ser usadas, como alinhamento e clareamento dos dentes, restaurações estéticas para recuperação da forma, cuidados com a gengiva e, em casos com maiores demandas, as lentes de contato dentárias podem ser uma boa escolha. Há casos em que será necessário fazer uso de aparelhos ortodônticos. E aí, nada de preconceitos, achando que isso é coisa de adolescente! Podemos contar, atualmente com tratamentos ortodônticos praticamente invisíveis e bem mais confortáveis.

"Atualmente, uma pessoa aos 50, 60 ou até 70 anos está em plena atividade profissional, social e afetiva. Tratamento ortodôntico, se necessário e bem indicado, traz excelentes resultados. Querer estar bem, sorrir com liberdade e sem medo de ser feliz não tem limite de idade", destaca a especialista.

ALINHADORES INOVAM TRATAMENTO

Flávia Machado lembra que com a técnica de Alinhadores Ortodônticos, cuja marca pioneira é a conhecida Invisalign, é possível realizar tratamentos nessa faixa etária, com mais conforto e sem comprometer estética e a rotina desses pacientes: "É lógico que com a evolução enorme que tivemos na técnica de alinhadores ortodônticos, como o Invisalign, que são transparentes e bem mais confortáveis, acabamos cuidando cada vez mais de pacientes maduros. É vida plena, com saúde e beleza. Isso não tem idade".

Vale também adotar certos cuidados com a saúde bucal para chegar à terceira idade com os dentes em ordem. "O hábito de fumar é devastador para a saúde bucal e também para os dentes. As maiores perdas são as periodontais, ou seja, saúde da gengiva e do osso que sustenta os dentes. A cor dos dentes também é muito alterada. Fumar envelhece a pele, os pulmões e também o sorriso", reforça a ortodontista.

Este texto não traduz, necessariamente, a opinião de A Gazeta

A Gazeta integra o

Saiba mais
Saúde Beleza Saúde Dentista

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.