ASSINE
Jornalista de A Gazeta há 10 anos, está à frente da editoria de Esportes desde 2016. Como colunista, traz os bastidores e as análises dos principais acontecimentos esportivos no Espírito Santo e no Brasil

Vexame na Liga dos Campeões decreta o fim da "Era Messi" no Barcelona?

Perdido em campo, com craque apático e jogadores nas descendente, time catalão foi amassado pelo rolo compressor do Bayern de Munique e vê um futuro de reconstrução

Publicado em 14/08/2020 às 19h48
Atualizado em 14/08/2020 às 20h12
Messi pouco ajudou o Barcelona em campo
Messi pouco ajudou o Barcelona em campo. Crédito: Reprodução/EI

A declaração do zagueiro Piqué após a humilhação sofrida para Bayern de Munique é muito forte: "Se tiver que sangrar, eu sou o primeiro a sair e deixar o clube", desabafou. A afirmação retrata a crise que vive um gigante do futebol mundial. Um time do calibre do Barcelona não pode perder de 8 a 2 para nenhum rival. O que aconteceu diante do esquadrão alemão, na tarde desta sexta-feira (15) em uma das quartas de final da Liga dos Campeões entrou para a história. Um feito monumental para o Bayern, e uma tragédia para o Barça. 

A goleada sofrida para o Bayern entra na lista das últimas eliminações traumáticas na Liga dos Campeões: 4 x 0 Liverpool (2018/2019), 3 x 0 Roma (2017/2018) e 3 a 0 Juventus (2016/2017). O que deixa claro que a equipe que tem em Messi sua maior estrela está em declínio. Em meio ao jejum do principal torneio europeu, os títulos do Campeonato Espanhol ainda funcionaram como uma cortina de fumaça para a dura realidade. Mas essa temporada sem títulos e com um futebol fraquíssimo dentro da filosofia de jogo catalã escancaram que chegou o tempo da reconstrução. 

Diante do Bayern o Barcelona praticamente não ofereceu resistência. Os alemães, donos do melhor ataque da temporada, não tiveram dificuldades para chegar à rede. Foram quatro gols em cada tempo e ainda ficou barato. Foi impossível não lembrar do fatídico 7 a 1 que o Brasil sofreu para a Alemanha. Principalmente com Müller, Neuer e Boateng em campo. O Barça sofreu um apagão e foi atropelado. Um time apático e irreconhecível. 

Entretanto, o resultado elástico também reflete como o time vinha mal nos últimos jogos, mas conseguia viver à sombra dos lances geniais de Messi, um dos maiores jogadores da história do futebol. Mas dessa vez, nem ele foi capaz de resolver. O experiente elenco já não responde mais com a intensidade necessária, os mais novos ainda não estão preparados para o desafio que o clube representa. Soma-se a isso o fraquíssimo trabalho do técnico Quique Setién, que não conseguiu fazer o time evoluir. Isso não justifica a humilhação, mas os sinais de fragilidade já estavam aí. 

Lewandowski deixou sua marca na goleada
Lewandowski deixou sua marca na goleada. Crédito: Bayern/Divulgação

Por tudo isso, como Piqué já colocou, será preciso sangrar. Um gigante como o Barcelona precisa dar uma resposta ao seu torcedor, logo a reconstrução é inevitável. Resta saber quem a diretoria vai cortar, pois candidatos não faltam. Entre os mais experientes, Piqué, Jordi Alba, Busquets, Vidal, Rakitic e Suárez, este apesar do golaço de hoje, não vem respondendo há um tempo como o Barça precisa. Então estão entre possíveis jogadores a serem sacrificados. Entre os mais novos, Semedo e Lenglet não acrescentam muito. Já De Jong tem potencial e deve continuar. E outros talvez tenham mais uma chance de mostrar trabalho. Casos de Griezmann e Dembélé.

Craque do time, Messi é a maior incógnita deste elenco para a próxima temporada. No mercado europeu há dezenas de rumores que o atacante está insatisfeito na equipe, não se deu bem com o treinador e já teria até comprado uma cobertura em Milão, indicando uma suposta negociação com a Internazionale. Nada ainda concreto, mas a possibilidade dessa ter sido a última partida do argentino com a camisa do Barcelona. Se sua história com o Barça não chegar ao fim, certamente a dessa geração que foi embalada lá atrás por Guardiola certamente chegará.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.