ASSINE
É Fisioterapeuta, acupunturista e especialista em avaliação e tratamento de dor crônica pela USP. Entende a saúde como um estado de equilíbrio para lidar com as adversidades da vida de forma mais harmônica

Movimente o corpo e acalme a mente

As conexões entre a mente e o corpo permeiam o intangível do palpável, o fluido do mais concreto. Além disso, quando estamos em movimento, circulamos as energias, sacudimos a poeira, eliminamos estagnações

Publicado em 11/10/2021 às 02h00
A atividade física regular faz o organismo funcionar melhor, diminuindo o cortisol, que é o hormônio ligado ao estresse
Pensamentos sem freios muitas vezes surgem de inseguranças e necessidade de antecipar situações para ter controle, imaginação e lembranças. Crédito: PORNSAWAN/ Freepik

Com que frequência somos inundados de pensamentos repetitivos, obsessivos, ruminativos? Será que estamos usando a mente de forma incorreta ou é ela que está nos usando? Quando pensamos de forma desenfreada vamos à exaustão, e na maioria das vezes não chegamos a lugar algum.

Pensamentos sem freios muitas vezes surgem de inseguranças e necessidade de antecipar situações para ter controle, imaginação e lembranças. Geralmente são pensamentos pouco funcionais, ou seja, nada produtivos e com enorme gasto energético. É possível cortar a improdutividade da mente quando criamos uma relação melhor com a nossa energia, esvaziando e desacelerando, agindo de maneira sábia.

Uma das maneiras eficientes de acalmar a mente é movimentando o corpo. As conexões entre a mente e o corpo permeiam o intangível do palpável, o fluido do mais concreto. Além disso, quando estamos em movimento, circulamos as energias, sacudimos a poeira, eliminamos estagnações. Há a liberação de serotonina e dopamina, que promovem sensações de prazer e bem-estar, ajudando a controlar melhor as emoções.

Outra forma de cultivar tranquilidade é nomear que emoção está experimentando. Externar o que está sentindo, de forma escrita, em voz alta, em desenhos ou qualquer tipo de arte e forma de expressão é muito importante para não internalizar na mente. Quando o barulho dentro é muito alto, não aproveitamos o que está fora e se não explodimos, implodimos.

Sobre aproveitar o que há fora, é imprescindível trazer a atenção para o perceptual para ativar o sistema somatossensorial. Aquilo que se pode sentir com as mãos, sentir os cheiros, ver em caráter contemplativo, ouvir com ternura, aterrar descalço sempre tem essa capacidade de trazer a mente para o presente. Presentificar é uma maneira de parar de antecipar e com isso o resultado é uma mente cheia de pensamentos funcionais e saudáveis.

Este texto não traduz, necessariamente, a opinião de A Gazeta.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Saúde Saúde

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.