ASSINE
É Fisioterapeuta, acupunturista e especialista em avaliação e tratamento de dor crônica pela USP. Entende a saúde como um estado de equilíbrio para lidar com as adversidades da vida de forma mais harmônica

Distensão abdominal após as refeições

Acompanha a distensão abdominal queixas como cansaço, inchaço nos membros inferiores, face pálida, fraqueza nas pernas, abdome e pés frios, sono e falta de produtividade após o almoço perdurando até o meio da tarde

Publicado em 08/11/2021 às 02h00

A má digestão é uma queixa muito comum na população em geral, e é perceptível a aversão a alguns alimentos e o acúmulo de gases no trato digestivo. Trata-se de uma combinação de fatores como maus hábitos alimentares, sedentarismo, tensão emocional, escolhas de alimentos de difícil digestão e mau funcionamento dos órgãos abdominais.

A medicina tradicional chinesa faz a observação de outros sinais e sintomas associados, uma vez que analisa o individuo integralmente. Acompanha a distensão abdominal queixas como cansaço, inchaço nos membros inferiores, face pálida, fraqueza nas pernas, abdome e pés frios, sono e falta de produtividade após o almoço perdurando até o meio da tarde. Em casos mais extremos e crônicos é notória a ptose ou prolapso de alguns órgãos, fenômeno conhecido como “queda” de estômago, útero, bexiga e reto, além da presença de varizes.

Dor abdominal
Para melhorar o funcionamento do corpo é preciso nutrir, transformar e movimentar. Crédito: Goncalo Costa/ Freepik

Com frequência, pessoas que apresentam este tipo de queixa tem a cabeça bastante cheia de pensamentos, se preocupam com facilidade e o enfrentamento das situações diárias costuma ser problemático. Não querem digerir os sapos que engolem e com isso os alimentos permanecem parados no estômago e intestino delgado mais tempo que deveriam. Além disso, contam com baixa energética e não gostam de se movimentar, o que só piora o quadro. A escolha de alimentos pode dificultar o processo e os horários também devem ser regulados.

Para melhorar o funcionamento do corpo é preciso nutrir, transformar e movimentar. Para isto, é interessante acrescentar chás e ervas digestivas, escolher alimentos mornos, leves e de fácil digestão, introduzir momentos de meditação, respiração e melhorar o manejo da saúde mental, por fim, praticar atividade física de forma regular. A tendência é que os outros sinais e sintomas também melhorem, como tudo que permeia a promoção de saúde.

Este vídeo pode te interessar

Este texto não traduz, necessariamente, a opinião de A Gazeta.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Saúde Saúde

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.