ASSINE
É Fisioterapeuta, acupunturista e especialista em avaliação e tratamento de dor crônica pela USP. Entende a saúde como um estado de equilíbrio para lidar com as adversidades da vida de forma mais harmônica

Aqui doeu, aqui curou: o processo de cicatrização do corpo

Cicatrização é migração e mudança, crescimento e amadurecimento, organização e conexão. Vem a partir do ferimento e ressignifica, força a mudança, dá novo nome

Publicado em 21/02/2022 às 02h00
De acordo com Adrieli Borsoe, temos na cicatriz a confirmação de que feridas saram
De acordo com Adrieli Borsoe, temos na cicatriz a confirmação de que feridas saram. Crédito: Shayne/Freepik

Temos na cicatriz a confirmação de que feridas saram. E as marcas ficam, para lembrar que após a dor houve cura e que apesar do sofrimento, sobrevivemos. O processo cicatricial é comum a todas as feridas, independe do agente que a causou. A cicatrização é dividida em fase inflamatória, proliferação ou granulação e remodelamento ou maturação.

Na fase inflamatória, que ocorre logo após a lesão, marca o primeiro momento onde devemos parar de sangrar e começa o processo de coagulação. É uma reunião de plaquetas que convidam neutrófilos por um processo que se chama quimiotaxia e que se assemelha a uma migração por atração com muita química.

Nessa reunião, também se agregam os macrófagos em 48-96 horas depois e ajudam os neutrófilos até que os fibroblastos cheguem para acelerar esta, que parece uma longa rave com células afins.

Em quatro dias após a lesão, começa a fase proliferativa e o resultado da reunião implica em crescimento de uma nova barreira protetora e dos caminhos sanguíneos que são importantes para a cicatrização.

Na fase de remodelamento ocorre o depósito de colágeno e nesta fase há grande importância, pois deve acontecer de forma organizada para manter a função de conexão e conseguir receber tensão nos tecidos.

Este vídeo pode te interessar

Cicatrização é migração e mudança, crescimento e amadurecimento, organização e conexão. Vem a partir do ferimento e ressignifica, força a mudança, dá novo nome.

Este texto não traduz, necessariamente, a opinião de A Gazeta.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Saúde Bem estar

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.