ASSINE

Governo da Bahia prevê compra de 100 'ultrafreezers' para armazenar vacinas

O objetivo é criar as condições de armazenamento para os imunizantes da Pfizer e BioNtech, que precisa de temperatura de -70°C, e da Moderna, que demanda -20°C

Publicado em 03/12/2020 às 16h42
Funcionário passa diante de freezers que armazenam vacina em desenvolvimento pela Pfizer e a BioNTech, na Bélgica
Funcionário passa diante de freezers que armazenam vacina em desenvolvimento pela Pfizer e a BioNTech, na Bélgica. Crédito: Reuters/Folhapress

O governo da Bahia anunciou hoje a autorização da compra de 100 "ultrafreezers", equipamentos que podem chegar até -80ºC, para a vacina contra a covid-19.

O objetivo, segundo o secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, é criar as condições de armazenamento para os imunizantes da Pfizer e BioNtech, que precisa de temperatura de -70ºC, e da Moderna, que demanda -20ºC.

Em nota, Vilas-Boas explicou que será feito o registro de preço para aquisição dos ultracongeladores, que devem ser montados nas grandes cidades do Estado. Não foi estabelecido ainda o prazo para o início da instalação.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Bahia Brasil Brasil Coronavírus Covid-19 bahia Vacina Pandemia

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.