ASSINE

Bolsonaro diz a apoiadores que Lula não ficará elegível

A um outro apoiador, Bolsonaro declarou: "Imagina se tivesse o PT no meu lugar aqui, como estaria o Brasil"

Publicado em 17/03/2021 às 08h16
Atualizado em 17/03/2021 às 08h16
Presidente Jair Bolsonaro
Presidente Jair Bolsonaro. Crédito: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta terça-feira (16 a apoiadores, ao chegar ao Palácio da Alvorada, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não ficará elegível para ser candidato a presidente em 2022. Bolsonaro respondia a um simpatizante que havia dito querer ver um debate dele com Lula. "Ele não vai ficar elegível, não. Acho que não", afirmou o presidente.

A um outro apoiador, Bolsonaro declarou: "Imagina se tivesse o PT no meu lugar aqui, como estaria o Brasil".

Lula ficou elegível após o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), ter anulado os julgamentos e condenações do ex-presidente realizados pela Justiça Federal de Curitiba. Fachin, então, redirecionou as ações penais para o Distrito Federal.

O ministro considerou que as denúncias extrapolam o escândalo de corrupção da Petrobras revelado pela Operação Lava Jato e que o juízo de Curitiba não tinha competência para julgar e processar os casos do triplex do Guarujá, do sítio de Atibaia, da sede do Instituto Lula e das doações da Odebrecht.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.