ASSINE

Blitze em SP flagram festa clandestina com 130 pessoas e fecham 2 cassinos

Evento desrespeitava regras da fase emergencial do Plano São Paulo, que só permite serviços essenciais

Publicado em 04/04/2021 às 18h28
A polícia civil de São Paulo encerrou um evento clandestino com cerca de 130 pessoas aglomeradas na zona sul da capital paulista, na madrugada deste domingo (04)
A polícia civil de São Paulo encerrou um evento clandestino com cerca de 130 pessoas aglomeradas na zona sul da capital paulista, na madrugada deste domingo (04). Crédito: Marcelo Chello/CJPress/Folhapress

Em ação conjunta do governo do Estado com a prefeitura de São Paulo, o Comitê de Blitze flagrou uma festa clandestina com 130 pessoas na região do Grajaú, zona sul da capital, na madrugada deste domingo, 4. Nos bairros da Saúde e Indianópolis, a ação interditou e autuou dois cassinos ilegais, por crime contra saúde pública e jogos de azar.

Fiscais da Vigilância Sanitária Estadual também fecharam as portas e multaram dois bares que atendiam clientes em seu interior, nos bairros do Limão e em Santana, além de uma loja de departamento e um salão de cabeleireiro em Santo Amaro. Na fase emergencial do Plano SP só podem receber clientes serviços considerados essenciais.

A Polícia Militar informou que entre a noite de sábado e a manhã de domingo realizou no Estado 55 ações de apoio à Vigilância Sanitária. Foram feitas 3,8 mil dispersões e mais de mil pontos de aglomeração. Segundo dados da PM, mais de 42 mil veículos foram vistoriados e 88 pessoas foram presas, sendo que 61 eram procuradas pela Justiça.

A polícia civil de São Paulo encerrou um evento clandestino com cerca de 130 pessoas aglomeradas na zona sul da capital paulista, na madrugada deste domingo (04)
A polícia civil de São Paulo encerrou um evento clandestino com cerca de 130 pessoas aglomeradas na zona sul da capital paulista, na madrugada deste domingo (04). Crédito: Marcelo Chello/CJPress/Folhapress

O Comitê de Blitze foi criado em março e é formado por agentes da Guarda Civil Metropolitana e da Covisa (Coordenadoria da Vigilância Sanitária) pela Prefeitura de São Paulo. Pelo Governo do Estado, atuam profissionais da Vigilância Sanitária, Procon e das Polícias Civil e Militar.

Para realizar denúncias, qualquer pessoa pode ligar no 0800-771-3541, acessar o site www.procon.sp.gov.br e enviar e-mail para [email protected]

A Gazeta integra o

Saiba mais
São Paulo (SP) Coronavírus Covid-19 Festa clandestina Pandemia

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.