Julia Mendonça, 18 anos, foi morta a facadas em Vitória
Julia Mendonça, 18 anos, foi morta a facadas em Vitória. Crédito: Reprodução/Facebook

Morta pelo ex no ES, Julia largou tudo para cuidar do filho

Julia Mendonça Merces, 18, foi morta dentro da casa onde morava com o filho. O suspeito, que é ex-namorado e pai do filho dela, foi preso

Publicado em 24/09/2020 às 23h33

Meses após perder a mãe, vítima de um câncer, a jovem Julia Mendonça Merces, de 18 anos, descobriu que estava grávida do primeiro filho. Para cuidar da criança, a então estudante do nono ano do ensino fundamental teve de deixar a escola.

Um ano e oito meses após o nascimento do filho, Julia foi morta a facadas na frente do menino. O principal suspeito do crime é o ex-namorado dela, um estudante universitário de 20 anos.

feminicídio aconteceu na tarde dessa quarta-feira (18) dentro da casa onde Julia morava com o filho e uma amiga, no bairro Maria Ortiz, em Vitória. Segundo a Polícia Militar, após esfaquear Júlia, o suspeito cortou o cabo que ligava o botijão de gás ao fogão.

Julia e o filho inalaram o gás e precisaram de atendimento médico. O suspeito também teve cortes nos braços. Ele, que não teve o nome revelado pela polícia, foi preso dentro da casa, horas após o crime. Ele e Júlia estavam separados desde a gravidez.

Na manhã desta quinta-feira (19), os familiares da vítima foram ao Departamento Médico Legal (DML) em Vitória para liberar o corpo da jovem. A irmã dela, de 27 anos, disse que Julia morava sozinha com o filho desde setembro do ano passado.

Jovem de 27 anos

Irmã da vítima

"Ela engravidou com 16 anos e parou de estudar para cuidar do filho. A gente tinha acabado de perder nossa mãe. Somos de Montanha e mudamos para Vitória para nossa mãe tratar um câncer renal, mas ela morreu em maio de 2017. Depois disso, minha irmã passou a viver com a pensão da nossa mãe"

A irmã de Julia explicou que o sobrinho, de 1 ano e 8 meses, passa bem. Segundo vizinhos, quando o crime foi descoberto, o menino estava no colo da mãe, chorando. A tia e o avô materno devem ficar com ele. 

"Meu padrasto, o pai da Julia, ficou em Montanha. Vamos pedir a guarda do meu sobrinho na Justiça. Por enquanto, ele ficará com a gente. Mesmo diante dessa tragédia, ele está bem, graças a Deus", disse a irmã. 

Feminicídio aconteceu na Rua Professor Renato Ribeiro Santos, no bairro Maria Ortiz, Vitória. Crédito: Tiago Félix
Feminicídio aconteceu na Rua Professor Renato Ribeiro Santos, no bairro Maria Ortiz, Vitória. Crédito: Tiago Félix

INÍCIO DO NAMORO

Os familiares disseram que Júlia e o suspeito se conheceram em uma igreja evangélica do bairro Morada de Camburi, na Capital. Na época, Julia cuidava da mãe durante o dia e estudava à noite. No período noturno, era a irmã mais velha quem acompanhava a mãe.

Julia Mendonça, 18 anos, foi morta a facadas em Vitória. Crédito: Reprodução/Facebook
Julia Mendonça, 18 anos, foi morta a facadas em Vitória. Crédito: Reprodução/Facebook

“Durante o namoro, os dois tinham altos e baixos. Num dia estavam juntos, no outro estavam separados. Quando descobriu que estava grávida, minha irmã não estava com ele. A família dele é maravilhosa, ele que era  problemático. Nunca ia imaginar que a vida da minha irmã  terminaria assim”, disse.

PRESÍDIO

A Polícia Civil informou que o suspeito, de 20 anos, foi encaminhado ao Plantão Especializado da Mulher, onde foi autuado por feminicídio praticado na presença de descendente, e será encaminhado ao Centro de Triagem de Viana.

*Matéria originalmente publicada no dia 19/03/2020

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.