ASSINE

Dor de garganta todo mês? Pode ser estresse

Queda na imunidade pode afetar a região, causando faringite

Publicado em 09/04/2018 às 21h59
Atualizado em 23/01/2020 às 14h18
Dor de garganta. Crédito: Reprodução
Dor de garganta. Crédito: Reprodução

Dor de garganta é um negócio bem chato. Não dá para engolir nada direito, atrapalha até a dormir. E tem gente que vive sofrendo esse incômodo sem saber que a causa pode ser o estresse.

“Quando a pessoa passa por um período de estresse, de preocupação, pode sofrer uma queda na imunidade. E a garganta é como um órgão de choque. É como o estômago, com a gastrite nervosa”, explica a otorrinolaringologista Zuleika Paim.

Qualquer gripe pode atacar esse órgão e gerar uma faringite. “A via de entrada do vírus da gripe é a faringe. E ela pode nem ser o foco da infecção. Em alguns dias, aparece a gripe ou a sinusite. Mas o primeiro sinal é a garganta doer”, diz a médica.

Segundo ela, se a dor de garganta passar com ajuda de pastilhas anti-inflamatórias, por exemplo, é porque não se trata de amigdalite, quando há formação de placas de pus no local.

INVESTIGAÇÃO

Mas quem tem a chamada faringite de repetição não pode ficar só à base de pastilhas sempre. O certo é investigar o problema. “A dor de garganta pode acontecer eventualmente, durar poucos dias e sumir. Mas nada que é de repetição pode que ser ignorado. A pessoa pode ficar adotando medidas paliativas e mascarar algo mais sério”, observa a otorrinolaringologista Christiane Saliba Helmer.

Outras doenças estão associadas ao problema, como gastrite, esofagite e até refluxo. “Muita gente pensa que refluxo só afeta crianças. Mas não é verdade. Se há tosse seca, pigarro, dor de garganta recorrente, pode ser refluxo”, destaca Zuleika.

Com o estresse, problemas no estômago podem acabar afetando, indiretamente, a boca. “Com o estresse, o estômago fica com o pH mais ácido. Isso é bom para o estômago, mas qualquer outro lugar que tiver contato com esse ácido que sobe pode sofrer. Isso acontece quando as válvulas do estômago estão frouxas e deixam passar o bolo alimentar. É quando ocorre o refluxo”, diz Christiane.

IRRITAÇÃO

Uma rinite também pode estar por trás das dores. “O certo é o ar entrar pelo nariz e chegar à cavidade oral com a temperatura adequada. Mas pessoas com rinite alérgica costumam respirar pela boca. Isso pode ser um fator irritante para a faringe”, afirma a especialista.

Por isso, se sua garganta reclama todo mês, procure um médico para avaliar o problema antes de recorrer sempre à balinha de gengibre.

DICAS

Como identificar

Se a dor de garganta acontece com frequência, vale buscar um especialista para identificar a causa, que pode ser só resultado de um resfriado, mas pode estar associada a gastrite ou refluxo, por exemplo. 

Evite medicar

Usar pastilhas de gengibre ou anti-inflamatórias, spray de própolis, beber bastante líquido são ações que podem ajudar a diminuir o desconforto. Mas evite se medicar ou poderá apenas mascarar um problema mais sério. 

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.