ASSINE

Câncer de mama também pode afetar os homens

Neles, a doença é rara. O que dificulta o diagnóstico é o fato de os homens não terem seios

Publicado em 02/10/2019 às 14h04
Homens também têm câncer de mama. Crédito: Freepik
Homens também têm câncer de mama. Crédito: Freepik

Outubro começou e com ele a conscientização sobre o câncer de mama. A ação tem o objetivo de alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância do diagnóstico precoce e a prevenção da doença. Mas o problema pode atingir também os homens. Pois é! Os casos são mais raros, representando apenas 1% do total de casos da doença. Por isso, quando os são descobertos já estão em um estágio avançado. Isso acontece porque os hormônios masculinos são mais baixos comparados aos femininos. 

Em ambos os casos, os sintomas são os mesmos. Aparece um nódulo na região mamária e abaixo das axilas. O principal sinal é uma dor no bico e sensação de inchaço. Ainda existe preconceito e uma resistência masculina ao realizar exames de prevenção, principalmente a mamografia. Entretanto, o que dificulta o alerta é o fato de homens não terem seios. 

O risco da doença atinge homens mais velhos, geralmente a partir dos 60 anos. Por isso, é importante ficar atento e investigar se existir histórico de câncer de mama na família. Além disso, a doença também pode se manifestar com o aumento de gordura abdominal, quem tem cirrose hepática e pelo uso de medicamentos para o tratamento de câncer de próstata e antidepressivos. Outros fatores são o uso de anabolizantes ou estrogênios, radiação e alcoolismo são fatores que colaboram. 

O diagnóstico é por meio de mamografia, ultrassonografia das mamas e biópsias. O tratamento inclui quimioterapia, radioterapia e bloqueadores hormonais. Igual como acontece com as mulheres. Tudo vai depender do tamanho do tumor e suas características biológicas Mas a cirurgia ainda é o principal tratamento do câncer de mama masculino. É realizada a mastectomia porque a mama masculina é uma região pequena.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.