ASSINE

Olho seco em cães: conheça a doença que pode levar à perda de visão

A doença atinge cães em idade mais avançada. Coceira ou vermelhidão podem ser indícios de olho seco no pet

Publicado em 07/07/2021 às 19h00
Cachorro
Cachorro pode começar a coçar ou ter olhos vermelhos: preste atenção no olho seco. Crédito: Pixabay

Assim como em humanos, a saúde dos olhos de animais é muito importante. Uma das enfermidades comuns nos cachorros é o olho seco, uma falta de lubrificação no globo ocular, que pode levar até à perda de visão. Segundo especialista, a doença é pouco registrada em gatos, e costuma atingir os cães com idade mais avançada. A ceratoconjuntivite costuma evoluir de forma lenta e gradual.

A médica veterinária Tatiana Sacchi explica que a patologia costuma ter início com uma vermelhidão nos olhos do bichinho. Não é comum que apenas um olho seja atingido. Os dois lados são afetados.

Tatiana Sacchi

Médica veterinária

"É uma patologia muito comum, que pode acarretar uma série de problemas, inclusive levando o animal à cegueira. Muitas vezes costuma ser subdiagnosticada. Por isso, é muito importante reparar na condição ocular do cão"

Em entrevista ao jornalista Fábio Botacin, durante o Clube Pet CBN, da Rádio CBN Vitória, a especialista deu mais explicações sobre a patologia.

O dia 10 de julho é marcado pelo Dia Mundial da Saúde Ocular. Aproveite para verificar a situação do seu pet.

SAIBA MAIS SOBRE A DOENÇA:

  1. A Gazeta - 3d8848kva
    01

    O QUE É A DOENÇA?

    A lágrima é composta por água, lipídeos, proteínas e sais minerais e é responsável por manter a lubrificação da superfície ocular (córnea), manter sua oxigenação e proteger os olhos de agentes infecciosos como bactérias, vírus e fungos. O olho seco ocorre por uma deficiência na produção da porção aquosa da lágrima, pela evaporação excessiva da lágrima por deficiência na produção lipídica ou por ambas as condições. É uma condição que causa muito desconforto e que reduz a qualidade de vida dos pets.

  2. A Gazeta - ufjduc4xm0e
    02

    COMO ELA EVOLUI?

    A doença evolui de forma lenta e gradual, de acordo com a especialista. Até uma possível perda da visão, o animal pode demonstrar incômodo ou coceira. Procure notar como estão os olhos do animal, se está vermelho e se está brilhando o bastante.

  3. A Gazeta - 1gh5dt5qs
    03

    APENAS CÃES SÃO VÍTIMAS?

    Como explicou a comentarista,  a condição não é comum em gatos. Entre os cães, os mais velhos são mais atingidos. Há raças predispostas como Cocker Spaniel, Buldogue Inglês, Lhasa Apso, Schnauzer miniatura, Pequinês, Poodle, Samoieda, Pug, Shih-Tzu.

  4. A Gazeta - y18rufk
    04

    E A PREVENÇÃO?

    O importante é o diagnóstico. A médica veterinária explica que a doença pode ser confundida com outras patologias, o que prejudica o combate ao olho seco. Se você, tutor, perceber algo incomum nos olhos do seu cachorro, não use água boricada. Se for utilizar algum líquido, prefira o soro fisiológico. Procure sempre um profissional.

  5. A Gazeta - uqy9xpx6f1g
    05

    MEU CÃO TEM A DOENÇA. QUAL O TRATAMENTO?

    O tratamento envolve a lubrificação ocular com substitutos da lágrima, o uso de estimulantes de produção lacrimal, correção da causa primária do olho seco e outros tratamentos adjuvantes para doenças secundárias como conjuntivites, infecções, úlcera de córnea etc. Na maioria das vezes o tratamento será feito pelo resto da vida do animal com objetivo de dar conforto ocular e qualidade de vida ao paciente.

  6. A Gazeta - 80cxpmrxuol
    06

    O INVERNO AGRAVA A DOENÇA?

    Segundo Tatiana Sacchi, os dias frios que já chegaram ao Espírito Santo não complicam ou geram uma ocasião favorável ao aparecimento da doença. Ela chama atenção para locais com clima muito seco, que podem dificultar a lubrificação dos olhos.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Saúde Mundo Animal cbn cotidiano cbn vitoria doenca Saúde Tatiana Sacchi Pets

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.