ASSINE

Projeto verão: 5 tratamentos estéticos de rosto e corpo pra fazer já

Modernos tratamentos estéticos – alguns que acabam de chegar ao Estado – ajudam nos cuidados do rosto, celulite, gordura localizada e manchas

Publicado em 05/11/2019 às 16h47
Tratamentos para o verão. Crédito: Divulgação
Tratamentos para o verão. Crédito: Divulgação

A menos de dois meses para o início do verão, começam as dietas e a carga de exercícios físicos para chegar à plena forma. Celulite, flacidez, gordura localizada, manchas são as vilãs a serem combatidas. A boa notícia é que modernos tratamentos estéticos – alguns que acabam de chegar ao Estado – ajudam a reforçar esse combo para chegar com a pele e corpo em dia na estação. Ouvimos cinco dermatologistas e listamos, a seguir, os melhores pra você. Os tratamentos custam a partir de R$ 250,00. 

ROSTO - PELE FIRME, DEFINIDA E SEM ACNE 

Tratamentos para pele. Crédito: Divulgação
Tratamentos para pele. Crédito: Divulgação

Ter a pele firme e sem acne é o desejo da maioria das pessoas. E para quem deseja chegar com a pele em dia no próximo verão ainda dá tempo. É o que garante a dermatologista Karina Mazzini. Para ela, um dos principais tratamentos para o rosto é o Ultrassom Microfocado de Alta Intensidade. "Ele proporciona um efeito lifting ao estimular a produção e a remodelação do colágeno na pele. O procedimento é pouco invasivo e atua na prevenção e no tratamento de linhas finas, gordura facial e flacidez de pescoço, além de definir o contorno mandibular, uma vez que contribui para levantar as bochechas", explica.

A dermatologista diz ainda que também é possível associar procedimentos, como o laser fracionado e a Radiofrequência Microagulhada Fracionada, auxiliando o tratamento das manchas, inclusive de acne, e oferecendo poros fechados e limpos. "Uma das novidades no tratamento da acne é o plasma endodérmico. O equipamento possui uma ponteira que esteriliza a pele, podendo ser associado ao uso de medicamentos tópicos". Detalhe: é possível ir para a praia, mesmo fazendo o procedimento. 

Sessões necessárias:

Para todos os procedimentos são necessárias apenas uma sessão. A exceção é o plasma endodérmico, que tem indicação de até quatro sessões, sendo uma por semana.

Cuidados com o tratamento:

Importante o uso de protetor solar em todos os tratamentos. No caso do laser, especialmente, o paciente deve ter cuidado com a exposição do rosto ao sol.

Contraindicações:

Normalmente, os procedimentos não são recomendados para gestantes e para quem tem alguma doença grave ou doença de pele em atividade, como, por exemplo, herpes. Também são contraindicados para pessoas que possuem próteses metálicas na face, entre outros. O plasma endodérmico não é indicado para pessoas com fototipo acima de 3 (classificação do tom da pele).

CELULITE

Tratamentos para celulite. Crédito:  Jornal A Gazeta - SAÚDE - Estética
Tratamentos para celulite. Crédito: Jornal A Gazeta - SAÚDE - Estética

Para quem deseja diminuir as celulites a sugestão da dermatologista Isabella Redighieri é fazer a associação de bioestimulador injetável a base de hidroxiapatita de cálcio (Radiesse) ou Ácido Poli Lático (Sculptra) com o Ultrassom Macro e Microfocado (Ultraformer 3). "Esses tratamentos continuam sendo as opções mais eficazes no combate à celulite", afirma a médica.

Sessões necessárias:

São indicadas de 1 a 3 sessões de cada, com intervalo mensal ou quinzenal.

Resultados:

A melhora começa a partir de 15 dias, com a remodelação do colágeno, que estira a pele, disfarçando as depressões (celulite). "A melhora é a longo prazo, com resultado final em até 6 meses. A ponteira Macrofocada do Ultrassom quebra as células de gordura contribuindo ainda mais com o aspecto da região. Como a celulite aparece pelo acúmulo de gordura local, fibrose e flacidez da pele, é importante tratarmos todos esses agravantes", diz Isabella Redighieri.

Contraindicações:

Não devem realizar o tratamento quando pacientes com feridas na pele no dia do procedimento, ou outras doenças em atividade.

GORDURA LOCALIZADA

Tratamento para gordura localizada. Crédito: Divulgação
Tratamento para gordura localizada. Crédito: Divulgação

A dica da dermatologista Ana Flávia Moll é unir os tratamentos Lipocavitação + radiofrequência + método Renata França. "Essa é a combinação indicada para perder um volume maior de gordura como em culotes, flancos e abdômen. A lipocavitação é um ultrassom que evapora gordura de dentro da célula, é indolor, deve ser feito semanalmente associado a radiofrequência para evitar a flacidez na região tratada utilizando em seguida o método Renata França, auxiliando na drenagem e contorno corporal", diz a médica.

Sessões necessárias:

É recomendado no mínimo 4 sessões.

Resultados:

De acordo com a dermatologista, a paciente pode perceber diferença já na primeira sessão. "Mas não podemos prometer resultados, pois cada organismo funciona de uma maneira única e, outros fatores como estilo de vida, influenciam no resultado. Com a combinação de tratamentos é esperado redução de medidas, de flacidez e melhora do contorno corporal". 

Contraindicações:

Grávidas não podem fazer. Já lactantes podem fazer a partir de 3 meses pós-parto. 

PESCOÇO FINO E SEM PAPADAS 

Tratamentos para papada. Crédito: Divulgação
Tratamentos para papada. Crédito: Divulgação

Para quem sofre com as temidas papadas, a sugestão da dermatologista Oliete Guerra é fazer uso do Laser de CO2 fracionado, que é um estimulante de colágeno. "Ocorre uma retração da pele. Isto ocasiona uma melhora da qualidade dela . Associamos com hidratação injetável com ácido hialurônico de baixa concentração, que diferente das técnicas de preenchimento, tem a função de hidratar e revitalizar a pele, também produzindo novas fibras de colágeno. A ação ajuda na reconstrução e melhora da estrutura da pele, possibilitando maior maciez e viço", garante a médica.

Sessões necessárias:

Geralmente são realizadas 3 sessões com intervalo de 20 a 30 dias . E depois uma manutenção a cada 4 ou 6 meses.

MANCHAS

Tratamentos para manchas. Crédito: Divulgação
Tratamentos para manchas. Crédito: Divulgação

A dermatologista Ana Paula Galeão explica que as manchas mais comuns são as melanoses solares e melasmas. "Podemos dividir os tratamentos entre clínicos ou domiciliares e procedimentos realizados em consultório", diz. O primeiro se baseia em ativos prescritos como ácidos. "Já os realizados em consultório a dica é o Microagulhamento com Drug Delivery, que consiste em Microperfurações e entrega de ativos que inibem as manchas diretamente da derme. Também pode-se usar alguns lasers específicos para o tratamento de manchas". 

Sessões necessárias:

São indicadas 3 sessões do Microagulhamento com Drug Delivery

Resultados:

O clareamento da mancha começa a ser notado cerca de 30 dias após o início do tratamento. 

Cuidados:

Os cuidados consistem na utilização de substâncias que irão acalmar a pele após esses procedimentos e a associação de cremes clareadores que potencializam o tratamento. O cuidado com a exposição solar é fundamental, pois são os raios ultravioletas que estimulam a formação de manchas.   

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.