ASSINE

Conheça 6 hábitos que devem ser adotados por quem se depila com lâminas

A praticidade e economia da depilação com lâminas torna esse procedimento muito comum entre homens e mulheres, mas é preciso ter cuidado, pois, na falta de alguns cuidados, elas podem causar danos à sua pele

Publicado em 20/02/2020 às 17h10
A depilação com lâminas pode oferecer caso feita de forma errada. Crédito: Arquivo A Gazeta
A depilação com lâminas pode oferecer caso feita de forma errada. Crédito: Arquivo A Gazeta

Por ser um jeito prático, rápido e barato de eliminar os pelos indesejados, a depilação com lâminas tem seu lugar na rotina de muita gente. Apesar disso, é preciso tomar alguns cuidados para não prejudicar a pele com maus hábitos facilmente reproduzidos por quem opta por este tipo de depilação. 

Prefira água morna 

A temperatura ideal da água para lavar a pele antes e durante a depilação com lâminas é em estado morno, nem muito quente, nem muito fria. Já após o procedimento, você pode banhar a região depilada com água fria para "acalmar" a pele e fechar os poros, evitando que entre sujeirinhas onde os pelos foram removidos. 

Não guarde as lâminas no box

O local certo de guardar as lâminas deve ser seco e limpo  e preferencialmente que entre luz.  Em entrevista ao site Viva Bem,  a dermatologista Damaris Ortolan explica que o banheiro não é uma boa opção por ser um local bastante contaminado e quanto mais livre de fungos e bactérias, melhor, para a saúde da pele e para a durabilidade da lâmina. 

Faça o movimento no sentido do pelo

Deslizar a lâmina no sentido do crescimento do pelo é essencial para evitar o encravamento dos fios e uma possível foliculite. O recomendado é que pelo menos na primeira passada, quando se retira o volume, seja respeitado o sentido do pelo, no restante do procedimento, pode-se explorar outros sentidos.

Não demore pra substituir as lâminas 

Apesar de não ter um tempo exato indicado pra troca, as lâminas têm data de validade sim. É importante observar a eficiência delas ou até mesmo a aparição de pequenas áreas enferrujadas. Quanto mais tempo tiver a lâmina, mais chances de "guardar" fungos e bactérias, o que deve ser evitado. A dica é não usá-las por mais de 15 dias.

Hidrate a pele após o procedimento

Deixar a pele macia e hidratada depois da depilação pode ajudar a evitar que as raízes dos pelos encravem e que a pele se irrite com o contato das lâminas. "O recomendado é usar produtos que não tenham álcool em sua composição para deixar a pele livre de ardência", explica Damaris. Você pode usar cremes e não utilizar roupas muito justas após o procedimento, para deixar a pele "respirar".

Não divida as lâminas com outras pessoas

Mesmo que não seja um hábito tão comum, muitas pessoas compartilham ou já compartilharam a lâmina alguma vez. É preciso ter cuidado, pois o aparelho sem esterilização pode ser instrumento de transmissão de doenças entre os indivíduos que dividem a lâmina caso um deles tenha algum ferimento na pele.

Com informações de Viva Bem de UOL.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Saúde bem estar

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.