ASSINE

Papelaria investe no e-commerce para ficar mais perto do público

Rainha, tradicional no segmento, diversificou a forma de atendimento na pandemia e agora pretende fortalecer as vendas on-line

Publicado em 16/06/2021 às 00h20
Papelaria Rainha
Papelaria Rainha mostra-se atenta às demandas do consumidor. Crédito: Papelaria Rainha/Divulgação

Serviços variados, produtos diversificados e atendimento qualificado são fundamentais para ter sucesso no amplo mercado de papelarias. A Rainha está lidando bem com a competitividade e mostra estar atenta às mudanças do comportamento do consumidor.

Prova disso foi a segunda colocação alcançada pela empresa na categoria “Papelaria” do Recall de Marcas Rede Gazeta. Para a diretora de marketing Natieli Giorisatto De Angelo, o reconhecimento se deve à relação de confiança estabelecida com a clientela.

“O público reconhece as marcas que atendem às suas necessidades. Nós buscamos conquistar e fidelizar nossos clientes a partir da percepção de suas expectativas e valores para identificar as suas necessidades e atendê-las”, destaca a gestora.

Nesse propósito, a Rainha procura sempre se antecipar às tendências e, ainda, agregar valor à palavra do momento: “reinvenção”.

Papelaria Rainha - diretora de marketing Natieli Giorisatto De Angelo
Natieli Giorisatto De Angelo afirma que um dos diferenciais da empresa é a oferta de cursos de artesanato. Crédito: Papelaria Rainha/Divulgação

“A cortesia de livros e cadernos encapados, por exemplo, é algo que fazemos há muitos anos e que facilita a vida de nossos clientes. Somos pioneiros nisso, e muitos clientes são fidelizados por essa cortesia. Além disso, os cursos de artesanato ofertados são nosso diferencial”, avalia Natieli Giorisatto.

O sucesso e o reconhecimento da papelaria se mantiveram em alta mesmo diante das adversidades causadas pela pandemia. A empresa se adaptou para oferecer alternativas aos clientes. “Aceleramos um projeto importante que estava em curso na empresa, que é a implementação do nosso e-commerce. Deu certo”, celebra.

Nos últimos anos, a empresa já havia investido em melhorias na loja física, no Centro de Vila Velha, com a ampliação do estabelecimento e do estacionamento e a instalação de elevador e do sistema de energia solar. Fundada em 1983, a papelaria hoje conta com uma loja ampla e moderna, com uma área de cerca de 1.500m², com quatro salas equipadas para cursos diversos, além de um quadro de 40 funcionários.

Agora, a Rainha também está de olho em outros projetos para crescer mais e consolidar suas conquistas.

“Com os novos hábitos de consumo, intensificados pela pandemia do coronavírus, o nosso projeto para este ano é de fortalecimento e expansão do nosso e-commerce”, conclui Natieli. 

A Gazeta integra o

Saiba mais
Recall de Marcas

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.