ASSINE

Leonardo da Vinci é 1° lugar geral no ES e 17° no Brasil no Enem 2019

Escola mantém a liderança pelo nono ano no Estado no exame que avalia a qualidade das instituições de ensino médio do país. No ranking nacional, a instituição capixaba está em 17° lugar geral

Publicado em 02/07/2020 às 17h25
Atualizado em 02/07/2020 às 17h58
O diretor pedagógico Mário Broetto (de azul) com parte da equipe do Leonardo da Vinci: empenho, dedicação e resultado.
O diretor pedagógico Mário Broetto (de azul) com parte da equipe do Leonardo da Vinci: empenho, dedicação e resultado. . Crédito: Divulgação/Leonardo da Vinci

Centro Educacional Leonardo da Vinci é a escola do Espírito Santo mais bem colocada no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. Os números que confirmam o primeiro lugar da instituição foram divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep/MEC) no último dia 26, tendo como base os microdados sobre os desempenhos de escolas de todo o país. No ranking nacional, a capixaba ficou na 17ª colocação.

Da Vinci apresentou a maior média geral no Estado, acumulando 723,74 pontos, posicionando-se na liderança pela nona vez. Além disso, obteve as maiores médias nas quatro áreas de conhecimento do exame: Ciências da Natureza, Matemática, Ciências Humanas e Linguagens e Códigos.

O feito é digno de comemoração para toda a comunidade Da Vinci. Na avaliação do diretor pedagógico Mário Broetto, o resultado é fruto de uma formação consistente, que não está focada em modismos ou no direcionamento à determinada área, mas sim em um projeto pedagógico amplo e inquieto, sem fronteiras.

Mário Broetto

Diretor pedagógico

"Focamos o desenvolvimento de habilidades e competências para tornar o nosso aluno um cidadão do mundo, capaz de entender o seu entorno e desvendar fenômenos sociais, artísticos, históricos, naturais e tecnológicos com olhar crítico e suporte científico. O mundo é plural e trabalhamos para que eles o enxerguem dessa forma, estando preparados para todas as oportunidades. Acreditamos que isso nos diferencia também no Enem por ser este um exame que avalia não apenas a terceira série do Ensino Médio, mas também a história educacional desde o Ensino Fundamental."

O Ensino Médio oferecido pelo centro educacional é totalmente composto por turmas de horário integral. Isso permite ao estudante aprofundar os conhecimentos adquiridos nos segmentos anteriores, devido ao alcance da maturação cognitiva e capacidade de abstração, analisa Mário. “Buscamos desenvolver nos alunos a capacidade de ‘aprender a aprender’, sendo um membro ativo dos processos cognitivos e de desenvolvimento das habilidades práticas de comparar, comentar, analisar, criticar, julgar, decidir e ponderar. Nesse contexto, o professor atua no sentido de incomodar, desaprumar, desarrumar, desequilibrar, instigar, atribuindo significação e função para o conhecimento”, explica.

De acordo com o diretor, todo esse arranjo e cuidado adotados pela escola e tão presentes em sua proposta pedagógica permitem ao aluno do Da Vinci formar repertório para o ingresso no Ensino Superior e desenvolver competências não apenas para o mundo do trabalho, mas também para a cidadania, a humanização da ciência, a revitalização de valores universais e a consolidação de conceitos éticos, morais e cívicos.

Alunos e familiares aprovam

O projeto pedagógico e o resultado alcançado pelo Da Vinci no Enem 2019 também são aprovados e celebrados por alunos e seus familiares.

A estudante Clara Batista Biasutti, que foi selecionada na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) para o curso de Engenharia Civil com a nota no último Enem, avalia que sua jornada no Ensino Médio foi completa e determinante para que chegasse à aprovação.

Clara Batista Biasutti

Estudante

"Nem precisei fazer cursinho fora. Os professores são excelentes e bem preparados e estão sempre à disposição para tirar quantas dúvidas tivermos. Temos acesso a todo o material de estudo necessário, além de o ensino ser integral, o que torna o estudo muito mais eficiente."

Marusa Sarcinelli Chagas e Marcio Chagas do Nascimento, pais de João Pedro Sarcinelli Chagas, aluno aprovado em Medicina na Ufes com a sua nota no Enem 2019, ressaltam o envolvimento de todos com a aprendizagem.

Marusa Sarcinelli Chagas

Mãe de João Pedro Sarcinelli Chagas, aluno aprovado em Medicina na Ufes

"O resultado do Enem é consequência de um trabalho valoroso durante todo o percurso estudantil. É incrível o envolvimento dos alunos, da família e de toda a comunidade escolar em torno da aprendizagem. Foram muitas oportunidades. Que jornada sensacional a do meu filho e de todos os seus amigos! Um agradecimento especial aos professores."

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.