ASSINE

Cursos profissionalizantes: adaptação em tempo real expande inovação

Senai ES turbina uso de tecnologia com acesso os conteúdos de forma on-line e abre novas qualificações

Publicado em 26/11/2020 às 15h55
Os alunos do Senai ES que já retornaram às unidades físicas precisaram se adaptar aos protocolos de segurança, como o uso obrigatório de máscara
Os alunos do Senai ES que já retornaram às unidades físicas precisaram se adaptar aos protocolos de segurança, como o uso obrigatório de máscara. Crédito: Lucas Aboudib/Divulgação

O momento de retomada das atividades econômicas, neste contexto de pandemia, ainda gera incertezas que se refletem no mercado de trabalho e reforçam a necessidade de qualificação profissional. Nesse sentido, a missão do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) de oferecer formação em diversas áreas ganha maior notoriedade e facilita a manutenção dos empregos e até a conquista de uma nova vaga.

“Nosso principal objetivo é dar ganho de produtividade às empresas e à economia do Estado, qualificando os profissionais para atuação nas indústrias”, observa a diretora de Educação do Sesi/Senai ES, Priscilla Marques.

Para continuar atendendo às demandas dos alunos durante o período de paralisação presencial, a instituição fez uma série de adaptações e incluiu o uso de tecnologia, com acesso aos conteúdos de forma on-line. Além disso, inovou e abriu outras modalidades de cursos.

Já em abril, foram adotados os Ambientes Virtuais de Aprendizagem (AVA), por meio do uso de ferramentas tecnológicas. Neste período de adaptação, os alunos também receberam treinamento para lidar com os novos processos de aprendizagem.

De acordo com a diretora de Educação do Sesi/Senai ES, a proposta para 2021 é fortalecer o modelo híbrido de educação e ampliar o semipresencial
De acordo com a diretora de Educação do Sesi/Senai ES, a proposta para 2021 é fortalecer o modelo híbrido de educação e ampliar o semipresencial. Crédito: Alexandre Mendonça/Divulgação

O processo de retomada das atividades presenciais do Senai ES acontece de forma gradual. Os alunos começaram a regressar para as unidades no dia 16 de setembro, após decreto liberando o retorno das atividades práticas obrigatórias dos Cursos de Educação Profissional Técnica de Nível Médio. 

Priscilla Marques

Diretora de Educação do Sesi/Senai ES

"Criamos um protocolo em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e retornamos com os alunos de forma gradual, nos ambientes de aulas práticas”"

Os cursos de curta e média duração voltaram às atividades presenciais no final de setembro, assim como as demais modalidades de cursos técnicos.

Os alunos que já retornaram às unidades físicas precisaram se adaptar aos protocolos de segurança. Para entrar, deve-se usar a máscara e aferir a temperatura. As atividades nos laboratórios e oficinas serão realizadas de forma segura, seguindo as recomendações do protocolo para cada ambiente prático, assegurando as condições de proteção à vida e saúde dos alunos e funcionários.

Segundo Priscilla, a proposta para 2021 é fortalecer o modelo híbrido de educação e ampliar o semipresencial. A diretora avalia que a pandemia causou impactos na produção do Senai ES. Para tanto, é necessário fazer uma reflexão sobre os planejamentos de situações imprevisíveis, além da clássica gestão de risco, já realizada pelas empresas.

“Os problemas observados deixaram algumas lições. Nós tínhamos altas expectativas para o ano de 2020, mas com a pandemia precisamos nos adaptar à nova realidade. Mais do que a questão dos prejuízos, acho que despertou um chamado de atenção sobre planejamentos de situações que não podem ser previstas”, finalizou.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Mercado de trabalho

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.