ASSINE

Voluntário recebe 1ª dose de candidata à vacina desenvolvida na Inglaterra

Segundo a equipe do Imperial College of London, substância já passou pelas etapas pré-clínicas, consideradas como protocolos de segurança e por estudos com animais

Publicado em 23/06/2020 às 16h54
Data: 15/03/2020 - Coronavírus Freepik - Homem em laboratório faz testes para infecção de coronavírus
Homem em laboratório faz testes para infecção de coronavírus. Crédito: Freepik

A equipe do Imperial College of London aplicou nesta terça-feira, 23, uma dose da candidata à vacina contra a covid-19 no primeiro voluntário da pesquisa, cujo nome não foi divulgado. Uma segunda dose deve ser aplicada no mesmo paciente dentro de quatro semanas no mesmo paciente, e outras 300 pessoas devem receber a primeira dose nos próximos dias.

A substância em teste já passou pelas etapas pré-clínicas, consideradas como protocolos de segurança, e pelos estudos com animais.

Nos dois casos, houve produção de resposta imune - ou seja, a criação de anticorpos - considerada segura pelos cientistas. "Atingimos um marco significativo neste estudo inovador, ao aplicarmos a primeira dose de uma vacina de RNA para covid-19, diz Katrina Pollock, cientista-chefe da pesquisa.

O governo do Reino Unido já investiu 41 milhões de libras esterlinas na pesquisa do Imperial College of London em parceria com a VacEquity Global Health. Outras 5 milhões de libras foram doadas pela população e por instituições.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.