> >
BYD Shark lança picape híbrida com potência de 430 cv e autonomia de 840 km

BYD Shark lança picape híbrida com potência de 430 cv e autonomia de 840 km

Modelo da montadora chinesa é o primeiro apresentado fora do país de origem e chega primeiro no mercado mexicano para seguir a outros países

Publicado em 14 de maio de 2024 às 17:04- Atualizado há 7 dias

Ícone - Tempo de Leitura 4min de leitura
BYD Shark
A Shark é a primeira picape híbrida da BYD e o primeiro lançamento fora da China da marca. (BYD/Divulgação)

A BYD apresentou nesta terça-feira (14) a sua primeira picape híbrida plug-in, a Shark. Segundo a montadora, este é o primeiro modelo lançado fora da China: sua apresentação foi no México, onde ela chega primeiro, para em seguida também ser comercializada em outros países. 

A Shark chega ao mercado prometendo performance de carro esportivo e autonomia maior do que de picape a diesel. São 430 cv com aceleração de 0 a 100 km/h de 5,7 segundos e um alcance de até 840 km pelo ciclo NEDC (esse valor pode variar com a medição do Inmetro).

“Com a introdução de nossa primeira picape de energia limpa, a BYD Shark, estamos prontos para redefinir o cenário convencional das picapes a combustão por meio de tecnologia avançada, proporcionando aos usuários um estilo de vida caracterizado por oportunidades ilimitadas”, afirma Stella Li, vice-presidente executiva da BYD e CEO da BYD Américas.

O lançamento da BYD Shark teve como tema “Poder Híbrido, Espírito Selvagem". O evento apresentou uma exibição imersiva de experiências e testes em cenário off-road, transformando o pavilhão em um “parque temático tecnológico” para mais de 800 convidados na Cidade do México.

Tubarão

As laterais possuem linhas fluidas e o design foi inspirado em um tubarão(BYD/Divulgação)

Como o próprio nome já diz, a inspiração das linhas da picape tiveram o tubarão como inspiração. Segundo o diretor de Design da BYD, Wolfgang Egger, o design do veículo se inspira em tubarões, mesclando tecnologia futurista com poder bruto.

O veículo tem uma luz de LED que atravessa toda a frente, remetendo à boca aberta de um tubarão deixando o veículo com um aspecto de agressividade. As laterais possuem linhas fluidas que refletem o movimento de um tubarão em águas profundas. Na traseira, uma luz inspirada na nadadeira de um tubarão.

A Shark é uma picape de médio a grande porte, e sua distância entre-eixos é de 3.260 mm, com uma proporção 59,7%. A Plataforma DMO Super Híbrida Off-road é base da da BYD Shark, que combina o estilo robusto do off-road com recursos de segurança e o conforto de um SUV. Sua capacidade de carga é de 835kg, enquanto que o reboque chega a 2.500kg e a de transporte de mercadoria é de 1.450 litros.

BYD Shark
A picape conta com bateria blade de 29.6 kWh. (BYD/Divulgação)

A picape possui um sistema de suspensão independente Duplo A na dianteira e na traseira, equilibrando agilidade de direção e conforto dos passageiros. Construído sobre a arquitetura de tecnologia super híbrida DM, o modo de acionamento do motor abrange mais de 80% das condições de uso, segundo a montadora. A BYD Shark tem um ângulo de ataque (approach angle) de 30° e ângulo de partida (departure angle) de 19.2°.

Potência

BYD Shark
Seu carregamento rápido de 30% a 80% dura 20 minutos. (BYD/Divulgação)

Em termos de potência, a BYD Shark, com seu trem de força traseiro dedicado, sistema híbrido elétrico EHS e um motor de alta potência de 1.5T, atinge uma potência máxima de mais de 430 cavalos. Sua aceleração de 0 a 100 quilômetros é de 5.7 segundos.

Por meio do AWD elétrico, a BYD Shark pode ajustar a distribuição de torque entre suas rodas dianteiras e traseiras em milissegundos, alinhando-se com o coeficiente de adesão ideal em diversas superfícies de estrada, adaptando-se com facilidade para o off-road.

BYD Shark
Sua capacidade de carga é de 835kg, enquanto que o reboque chega a 2.500 kg. (BYD/Divulgação)

A tecnologia DMO também ajuda na economia de combustível. De acordo com a BYD, quando comparada a outras picapes a combustível em sua classe, a BYD Shark tem uma redução de 40% no consumo de combustível, mesmo quando operando em níveis de bateria baixos.

Por ser um modelo híbrido plug-in, a BYD Shark, ostenta modos de energia dual de combustível e elétrico, atingindo uma autonomia de 840 km pelo ciclo NEDC. Ela também tem autonomia puramente elétrica de 100 km, mais voltada para o uso em centros urbanos. A picape conta com bateria blade de 29.6 kWh. Seu carregamento rápido de 30% a 80% dura 20 minutos.

Integrando a bateria a um chassi de aço de alta resistência através da tecnologia CTC (cell to chassis), ela tem proteção elevada: a bateria funciona tanto como unidade de energia quanto parte da estrutura do veículo. Ainda em termos de segurança, um aumento de 22% na rigidez torsional do corpo melhora significativamente a dirigibilidade e a estabilidade, afirma a BYD.

BYD Shark
A BYD Shark tem um ângulo de ataque de 30° e ângulo de partida de 19.2° . (BYD/Divulgação)

Interior futurista

O design interior teve inspiração futurista, desenvolvido por Michele Jauch-Paganetti, diretor de Design de Interior da BYD. Ela vem equipada com um painel de instrumentos LCD de 10,25 polegadas e uma tela multimídia giratória de 12,8 polegadas. A nova picape híbrida também possui conexão com CarPlay e Android Auto, além da função karaokê para animar as viagens.

Por meio de comandos de voz, os usuários podem gerenciar os modos de condução, ajustar as configurações de ar-condicionado, controlar a reprodução de música e executar outras tarefas. É possível, ainda, gerenciar remotamente o veículo por meio do aplicativo BYD, como ativar o ar-condicionado e ajustar a ventilação e o aquecimento dos assentos.

BYD Shark
A BYD Shark introduz a tecnologia de chave digital NFC, permitindo que os usuários acessem o veículo sem uma chave física . (BYD/Divulgação)

A BYD Shark introduz a tecnologia de chave digital NFC, permitindo que os usuários acessem o veículo sem uma chave física, usando apenas um smartphone ou outros dispositivos inteligentes.

Ela tem ainda a funcionalidade de heads-up display, com informações importantes para a condução sem que o motorista precise olhar para o painel. Além disso, o veículo incorpora uma câmera panorâmica ultra-wide-angle de 540 graus, permitindo ao condutor observar os arredores e a parte inferior do veículo, facilitando a seleção da melhor rota durante a condução off-road.

Com informações da BYD.

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rapido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta

Tags:

A Gazeta integra o

The Trust Project
Saiba mais