ASSINE

Unidades de dois quartos são as mais procuradas em locais turísticos

Em contrato de temporada, valor do aluguel custa de R$ 200 a R$ 500 por dia

Publicado em 03/10/2019 às 11h56
Arquitetos recomendam que imóveis alugados por temporada tenham décor clean. Crédito: Proeng/Divulgação
Arquitetos recomendam que imóveis alugados por temporada tenham décor clean. Crédito: Proeng/Divulgação

A busca por imóveis com a finalidade de locação abrange os formatos de curto e longo prazo, que variam, conforme as necessidades dos locatários e locadores. Especialistas apontam que as unidades de dois quartos são as mais solicitadas por pessoas que buscam contratos por temporada e anuais com finalidades diversas. O olhar atento voltado para a estética e a funcionalidade dos imóveis pode ajudar na valorização e no fechamento dos contratos.

“O custo do aluguel de apartamentos de dois quartos varia entre R$ 1.200 e R$ 1.400, com o condomínio incluso, em alguns pontos da Grande Vitória e em outros municípios do Espírito Santo. Esses valores são aplicados mensalmente nos contratos fechados para o ano inteiro. Em formatos de temporada, o montante é outro. No centro de Guarapari, a locação custa de R$ 200 a R$ 500 por dia, nos períodos festivos e de férias”, ressalta Anacéia Paganini, corretora imobiliária da Chamoun Imóveis.

A arquiteta Bianca Atalla, do JMA Estúdio Arquitetura, aconselha aos donos de imóveis que preparem as unidades para a locação com o cuidado de não pecar pelo excesso. “Não é bacana ter muitos objetos na casa. Isso pode atrapalhar a praticidade da limpeza”. Segundo ela, o preparo de imóveis para temporada deve disponibilizar alguns itens necessários, como eletrodomésticos básicos e mobiliário adequado.

Para a arquiteta Elisa Ju, a decoração clean é outra escolha certeira, que agrada a maioria dos moradores. “Paredes brancas são perfeitas para a manutenção do apartamento ou da casa, já que são superpráticas por conta da facilidade de retoque da pintura. Se quiser cor, pode apostar em objetos e móveis”, ressalta. Segundo ela, ao optar pela versatilidade, vale incluir mesas extensíveis, com pufes e sofá-cama nos ambientes. “A multifuncionalidade ajuda a adaptar e a aproveitar o espaço da melhor forma, proporcionando mais conforto”, acrescenta.

Nos apartamentos de temporada, uma parede com tinta lousa desperta a interação dos hóspedes, sugere a arquiteta Fernanda Mendonça. “Eles podem deixar recados ou mensagens. Também dá para colocar as regras de uso da casa, sugestões de atividades, lugares para visitar e recomendações de restaurantes.”

Segundo ela, a praticidade e o bom gosto são fatores que interferem na dinâmica do dia a dia, e não podem ser dispensados.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.