ASSINE

Saiba como escolher o vidro ideal para sua casa ou apartamento

O material pode até parecer igual, mas cada um possui uma aplicação especial e deve seguir regras da ABNT

Publicado em 18/06/2020 às 17h58
Atualizado em 18/06/2020 às 17h58
Fachada com vidro Habitat Laminado Viminas
Fachada com vidro Habitat Laminado. Crédito: Marcelo Aniello/Viminas

O uso de vidros na arquitetura e construção civil é bem amplo. Além das janelas, eles podem servir como pisos, escadas, proteção contra incêndio, arrombamento, entre outras funções. Dessa forma, há uma variedade de materiais e regras que mudam a aplicabilidade. A escolha do vidro certo é mais do que uma questão estética. O resultado esperado pelo cliente e onde a peça vai ficar influencia diretamente em qual tipo será usado.

Luiz Cláudio Rezende

Consultor técnico da Viminas Vidros Especiais

"Existem vidros, por exemplo, capazes de barrar a entrada de barulho no imóvel. Se esse é o objetivo, o ideal é usar o vidro laminado. Se a sua intenção é manter o ambiente mais fresco, sem precisar deixar tantos ventiladores e condicionadores de ar ligados, o ideal é utilizar vidros de proteção solar. Caso necessite das duas proteções, acústica e térmica, use o vidro insulado ou duplo"
Porta de vidro temperado em ambiente exposto na Casacor ES 2017 (Daniela Avancini e Henrique Gasparini)
Porta de vidro temperado em ambiente exposto na Casacor ES 2017 (Daniela Avancini e Henrique Gasparini). Crédito: Marcelo Aniello/Viminas

Segundo o coordenador de engenharia de aplicação da Cebrace, Jonas Sales, a maior demanda da construção civil são os vidros com proteção solar. “Esse produto passa por uma máquina chamada coater, onde acontece um processo de nanotecnologia. Nesta etapa são depositados óxidos metálicos nos vidros, como se fosse uma 'tatuagem definitiva'. O resultado são vidros que reduzem a entrada de calor no espaço em até 80%, além de ajudarem na economia de energia e, ao serem laminados, ainda bloqueiam quase 100% dos raios UV.”

Normas técnicas

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) criou uma lista de regras para aplicação de cada tipo de vidro. Elas são pensadas para garantir a integridade física do usuário e o melhor aproveitamento do material. 

Jonas Sales

Coordenador de engenharia de aplicação da Cebrace

"O não cumprimento dessas orientações pode ocasionar alguns problemas, como de segurança, estéticos e/ou manutenções indesejadas"

A principal norma é a NBR 7199:2016 – Vidros na construção civil, projetos, execução e aplicações. “Recomendamos que sempre procurem profissionais capacitados e que demonstrem conhecimento técnico normativo para correta utilização dos vidros na construção”, destaca Jonas

Guarda-corpo: proteção do segundo andar é vidro
Guarda-corpo: proteção do segundo andar é de vidro. Crédito: Marcelo Aniello/Viminas

Saiba onde usar cada tipo de vidro

  1. 01

    Vidro comum (float) ou impresso

    Em vitrines, muros, portas, divisórias, fachadas, janelas em qualquer pavimento instaladas acima de 1,10m do chão. Em todos os casos deve ser encaixilhado ou colado em todo o seu perímetro.

  2. 02

    Vidro temperado

    Vitrines, muros, portas e divisórias acima ou abaixo de 1,10m do chão. Janelas do térreo ou em ambientes internos com vidros abaixo de 1,10m do chão e em qualquer pavimento acima de 1,10m do chão. Também pode ser usado em fachadas no pavimento térreo com desnível menor que 1,5m ou totalmente plano e instalado acima da cota de 1,10m do piso. Esse tipo ainda pode ser utilizado para boxe de banheiro com película de segurança opcional e envidraçamento de sacada.

  3. 03

    Vidro laminado

    Todas as portas, divisórias, vitrines, muros de vidro, janelas, fachadas, coberturas, claraboias, marquises, fachadas inclinadas, guarda-corpos inclinados, vidros inclinados, boxe de banheiro, envidraçamento de sacadas, pisos, degraus, visores de piscinas, aquários, estruturas de vidro, vidros para retardar ações de arrombamento e até fechamentos em que precisa de resistência ao fogo. Nesse último, a camada intermediária deve ser uma específica resistente ao fogo.

  4. 04

    Vidro aramado

    Todas as portas, divisórias, vitrines, muros de vidro, janelas, fachadas, coberturas, claraboias, marquises, fachadas inclinadas, guarda-corpos inclinados, vidros inclinados e fechamentos em que precisa de resistência ao fogo.

  5. 05

    Vidro insulado

    Todas as portas, divisórias, vitrines, muros de vidro, janelas e fachadas podem usar esse vidro insulado se não tiverem menos que 1,10m de altura em relação ao piso. Também pode ser usado para coberturas, marquises, claraboias, fachadas inclinadas, guarda-corpos inclinados, vidros inclinados instalados abaixo da cota de 1,10m em relação ao piso se a peça de vidro interior for de vidro laminado ou aramado.

A Gazeta integra o

Saiba mais
imóveis

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.