ASSINE

"Tenho medo de acharem que sou governadora", diz leitora desempregada

Leitores de A Gazeta comentaram o caso de Adeyula, desempregada que teve o pedido do auxílio emergencial negado por ter dois empregos em aberto, na Carteira de Trabalho Digital. Em um deles, a capixaba ocupa o cargo de presidente da República

Publicado em 08/05/2020 às 12h11
Atualizado em 08/05/2020 às 12h11
Adeyula Dias Barbosa Rodrigues, 31 anos, teve o pedido do auxílio emergencial negado por ter dois empregos em aberto, um deles de presidente da República, mas ela está desempregada.
Adeyula Dias Barbosa Rodrigues, 31 anos, teve o pedido do auxílio emergencial negado por ter dois empregos em aberto, um deles de presidente da República, mas ela está desempregada. Crédito: Acervo pessoal

A situação vivida por Adeyula Dias Barbosa Rodrigues, 31 anos, ao ter o pedido do auxílio emergencial de R$ 600 negado por ter dois empregos em aberto, segundo a Carteira de Trabalho Digital, chamou a atenção dos leitores de A Gazeta. Não bastasse o fato de ela estar mesmo desempregada, no registro consta que a capixaba ocupa o cargo de Presidente da República. O outro vínculo que está a impedindo de contar com a ajuda federal é de auxiliar de secretaria pela Prefeitura de Vila Velha.

Esse é apenas um dos obstáculos enfrentados por milhares de brasileiros na hora de pedir o auxílio do governo, necessário para garantir o sustento durante a pandemia. Nos comentários das matérias que foram publicadas desde a quinta-feira (07) sobre o caso, muitos leitores denunciaram estar passando por situações parecidas, inclusive outros episódios em que o cargo de Presidente da República aparece na Carteira de Trabalho Digital. As pessoas também têm reclamado muito de ainda estarem com a situação "em análise" há semanas. Abaixo, segue uma seleção desses depoimentos:

Também estou desempregada 😢 e o meu está em análise, só estou com medo de acharem que sou a governadora 🤣🤣🤣, porque faz tempo que estou em análise.... (Vivian Vivi)

Também estou ativa no RAIS a um vínculo encerrado ano passado, entrei em outro vínculo que nem consta lá, a falta de atualização desse banco de dados está atrapalhando a população. (Paloma Oliveira)

Está na hora de algum órgão competente verificar muitos casos, meu esposo consta que desde dia 19 o pagamento foi liberado mas o dinheiro não apareceu. Se continuar assim milhares não vão receber. (Suellen C. Norbiato de Lima)

Isso está acontecendo com várias de nós! A maioria das pessoas que foram servidores públicos estão tendo o seu auxílio NEGADO! Por incompetência de quem? Pois o erro não é nosso! Já faz mais de um ano que fui exonerada da Câmara de Cariacica. Desde fevereiro de 2019 que estou desempregada! E meu auxílio também foi NEGADO! Alguém tem que pagar por isso, e será na justiça! Pois tenho todos os requisitos para receber e roubaram o meu direito! Quero um meio para provar que não tenho emprego nenhum. Quero o meu direito de recorrer! ??? (Kellen Peres Carlos)

O meu também deu que tenho trabalho formal. Entrei no app da carteira digital e consta 2 contratos em aberto sendo 1 de 2008.??‍♀️ (Nai Pereira)

Baixei minha carteira digital e também apareceu Presidente da República com ocupação alterada em 01 de dez de 2014, 2015 e 2016. E o último cargo está diferente do que realmente ocupei. Também estou no mesmo grupo que foi exonerado em 2019 e não está trabalhando desde então. (Fernanda Lombardi Noronha)

É um erro por conta do código inserido na carteira de trabalho digital. Quem atua ou atuou como servidor público estadual está constando como Presidente da República, mas na própria página avisa que podem ocorrer erros e pede para indicar o cargo correto. E não, ela não teve o benefício negado por aparecer Presidente da República e sim por não ter direito ao benefício por ainda estar indicando que ela seja servidora pública, o problema é o RH não ter atualizado os dados dela na hora de informar ao Ministério do Trabalho. (Lucas Altoé)

A minha carteira de trabalho de papel está velhinha. Mas é nela que confio, tem 4 anos que minha sogra luta pra receber a aposentadoria dela. Quando foi dar entrada no INSS ela já estava recebendo, porém estava em nome de um tal de Antonio. NÃO confie em sistema digital, os papéis ainda são a garantia. (Lua Floris)

Minha mãe foi negada porque tá constando que ainda trabalha, sendo que o contrato acabou em dezembro!!!! Empresa terceirizada da Prefeitura de Vitória! As funcionárias todas presas no mesmo problema por conta da irresponsabilidade da empresa, e a prefeitura nem aí! (Thaynara Sbardelotti)

Erro no CBO na certa mas deve ser resolvido rapidamente, a parte boa se é que pode se dizer isso, é que ela pode pôr no currículo a ocupação de presidente, isso pode fazer com que ela ganhe mais chances nas entrevistas rsrs (Rômulo Damacena)

Assuma a posse, reivindique seu cargo minha filha, o salário é bonzão. (Daniela Oliveira)

Minha primeira resposta foi que eu exerço mandado eletivo, a segunda foi que sou agente público. (Rosa Maciel)

É um erro comum no sistema do MTE, fui diretor do Sine por 4 anos e vi isso várias vezes e sempre foi hilário, qualquer agência do trabalhador corrige isso. (Dionizio Gonzaga de Oliveira)

Baixei o app da carteira de trabalho e também consta esse emprego em aberto no meu nome, dizendo que sou Presidente da República. Vai entender. (Ingrid Greppe)

Eu também estou desempregado desde janeiro de 2019 e consta que sou servidor público. (Maycon Henrique Sichelschimidt)

Zomba das pessoas, sistema cruel. Vírus mortal. (Marcos Denicio Dos Santos)

Eu correria atrás dos meus salários de presidente que não recebi 🤭 (Mary Eurico)

E eu tb tô com problema... ainda consta que sou empregada formal... tô sem trabalhar há 1 ano . (Rhovena Gurgel)

Eu também estou desempregada, meu esposo também ! Não conseguimos receber (Zélia De Barros Reis Pereira)

Agora muita coisa faz sentido. Se ela é a presidente, quem está em Brasília?? 🍊 (Andressa Ramos Cordeiro Ribeiro)

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.