ASSINE

Vasco x CSA: Estádio Kleber Andrade terá encontro dos irmãos Castán

Do lado do Vasco, Leandro. Pelo CSA, Luciano. No Espírito Santo, os irmãos vão se enfrentar em campo pela primeira vez

Publicado em 02/08/2019 às 11h51

O estádio Kleber Andrade vai ser palco de um encontro especial neste domingo, a partir das 19 horas. Do lado do Vasco, Leandro. Pelo CSA, Luciano. Em comum, o sobrenome: Castán. Esta será a primeira vez que os irmãos zagueiros vão se enfrentar no futebol. Família, família, futebol à parte: é o que garante o capitão cruz-maltino, o irmão mais velho, de 32 anos.

Vasco x CSA, no Kleber Andrade, terá o reencontro dos irmãos Luciano Castán e Leandro Castán. Crédito: CSA/Divulgação e Rafael Ribeiro/Vasco
Vasco x CSA, no Kleber Andrade, terá o reencontro dos irmãos Luciano Castán e Leandro Castán. Crédito: CSA/Divulgação e Rafael Ribeiro/Vasco

“Amo muito o meu irmão, é um cara especial demais para mim, está construindo sua família, com seu filho que acabou de nascer. Eu desejo toda sorte do mundo para ele, agora é trabalho, procuro nem pensar muito nisso. Claro que não vai ser uma partida simples, vai ser um a partida especial quando eu ver ele do outro lado, mas dentro de campo é cada um buscando o seu espaço, seu trabalho.”

Castán tem o costume de assistir às partidas do irmão de 29 anos. Por isso, já tem o caminho das pedras para derrotar o rival alagoano em terras capixabas.

“Acompanho bastante o CSA porque sempre vejo os jogos do meu irmão. É uma equipe que se defende muito bem, que procura muito o contra-ataque, então a gente tem que estar bastante atento. No futebol não tem jogo fácil, a equipe deles é muito difícil de se enfrentar. Jogamos alguns jogos longe do Rio, a torcida sempre compareceu, espera que não possa ser diferente. Com torcedores do nosso lado é sempre mais fácil.”

E além de poder ter mais uma oportunidade de mostrar em campo a evolução do time com a chegada de Vanderlei Luxemburgo, a partida em Cariacica pode se transformar em um divisor de águas para o Vasco. Isso porque, se vencer, o Cruz-Maltino tem chances de deixar a parte de baixo da tabela e chegar à zona de classificação para a Sul-Americana, dependendo dos outros resultados da rodada.

“A gente vai para esse jogo com muita humildade, mas sabendo que temos que ter a personalidade de vestir a camisa de um clube grande. Essa partida pode estar reabrindo o campeonato para a gente e que a gente comece um novo campeonato a partir dessa rodada, olhando mais para a parte de cima da tabela. Temos que ter consciência disso e não temos que ter medo de ser feliz. Temos a oportunidade, depois desse início muito ruim no campeonato, de começar a olhar para cima da tabela.”

A Gazeta integra o

Saiba mais
kleber andrade

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.