ASSINE

Quadrilha é detida após furto a lojas em Montanha

Uma quadrilha furtou diversas lojas em Montanha, Norte do ES, na madrugada de terça-feira (2). Após tentarem fuga, dois adolescentes foram apreendidos e duas pessoas foram presas a caminho de São Mateus

Rede Gazeta
Publicado em 03/02/2021 às 12h14
Suspeitos são detidos após furto a lojas e fuga em Montanha
Suspeitos são detidos após furto a lojas e fuga em Montanha. Crédito: Internauta

A pequena Montanha, de quase 19 mil habitantes, no Norte do Espírito Santo, foi surpreendida pela segunda vez em 2021 pela ação de uma quadrilha. Uma série de furtos aconteceu em estabelecimentos comerciais do município e no distrito de Vinhático, na madrugada desta terça-feira (2). Após tentarem fuga em direção a São Mateus, os quatro suspeitos foram detidos.

Segundo informações da Polícia Civil, dois adolescentes de 17 anos, um homem e uma mulher são os responsáveis pelos furtos. Ainda de acordo com a polícia, eles formam uma quadrilha e, segundo as investigações, já haviam feito uma ação parecida na madrugada do dia 7 para o dia 8 de janeiro.

Desta vez, a quadrilha utilizou um Fiat Brava de cor branca e, após terminar os furtos, segundo a polícia, tentou fugir em direção a São Mateus, também no Norte do ES.

AÇÃO DA QUADRILHA

Segundo o delegado de Montanha, Leonardo Ávila, a quadrilha chega de carro na cidade durante a madrugada e utiliza ferramentas para arrombar as portas dos estabelecimentos comerciais. "Eles levam dinheiro, roupas, celulares e computadores", afirma Ávila.

Na fuga para São Mateus, os suspeitos furaram o bloqueio feito pelas polícias Militar, Civil e Penal, na cidade de Pinheiros. Desde os primeiros furtos, em janeiro, as polícias vêm investigando e monitorando a quadrilha. Desta vez, os policiais conseguiram rastrear os suspeitos e realizar a prisão em flagrante.

Foram recuperados:
- 1 Fiat Bravo de cor branca;
- 5 aparelhos de telefone celular;
- 1 Simulacro de arma de fogo
- R$181,00;
- Roupas, bijuterias, relógios e sandálias;
- 1 chave utilizada para o arrombamento das portas das lojas.

Em conversa com o repórter Eduardo Dias , da TV Gazeta Norte, Selma Roque Pereira Caliari, proprietária de um dos supermercados furtados, relatou a falta de segurança vivida nos últimos meses em Montanha. "A insegurança está muito grande. Esse foi o terceiro assalto em menos de um mês. Nós temos um outro supermercado no distrito de Vinhático, que estava sem câmeras e sem alarme. Lá nos fomos roubados duas vezes em janeiro, no primeiro o prejuízo foi de R$ 20 mil e no segundo o prejuízo foi de R$ 10 mil. Nesse terceiro roubo, na madrugada de terça, roubaram dinheiro de três caixas e alguns aparelhos de celular. O prejuízo foi de R$ 2 mil. Os comerciantes estão se juntando, vamos fazer um ofício e levar na prefeitura, pedindo para que eles façam alguma coisa para aumentar nossa segurança", afirma.

Os detidos foram apreendidos e encaminhados para a 18º Delegacia Regional de São Mateus. A Polícia Civil informa que as investigações prosseguem e, com a prisão da quadrilha, as ocorrências de furto devem diminuir na cidade.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.