ASSINE

Fotógrafo cai durante briga de rua e morre em Cachoeiro de Itapemirim

Vizinhos tentaram socorrer a vítima e acionar o Corpo de Bombeiros, mas a vítima morreu no local

Publicado em 26/07/2019 às 17h41

Um fotógrafo de 54 anos morreu após ser empurrado por um homem, ainda não identificado, e bater na cabeça no chão. Com a forte pancada na cabeça, Paulo César Motta Gouveia morreu no local.

O crime aconteceu na tarde desta sexta-feira (26) após uma briga na Rua Ângelo Bressan, bairro Baiminas, em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Estado.

Segundo a Polícia Militar, a vítima e outro homem brigavam na rua. Um teria jogado o outro no chão. Paulo César Motta Gouveia teve um corte na cabeça. Vizinhos tentaram socorrer a vítima e acionar o Corpo de Bombeiros, mas ele morreu no local.

A perícia da Polícia Civil foi acionada e a vítima encaminhada ao serviço Médico Legal de Cachoeiro. O agressor fugiu do local e não foi mais localizado pela polícia.

Paulo era um morador antigo do bairro, morava sozinho desde o início do ano, e segundo os moradores sofria de depressão. O fotógrafo chegou a ficar 24 dias desaparecido no ano passado, e foi encontrado no interior do município. 

A Gazeta integra o

Saiba mais
cachoeiro de itapemirim

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.