> >
Festa de família termina com morte e criança baleada no Norte do ES

Festa de família termina com morte e criança baleada no Norte do ES

Homens armados chegaram atirando contras as pessoas que festejavam em casa; um homem morreu, outro ficou ferido e ainda uma menina de 10 anos acabou atingida na barriga

Publicado em 31 de março de 2024 às 10:35- Atualizado há 4 meses

Ícone - Tempo de Leitura 2min de leitura
Festa de família termina com morte e criança baleada no Norte do ES
Júnior do Carmo Vandel Rei (à esquerda) morreu após ser baleado durante uma festa de família em Ponto Belo; Thales do Carmo Pereira de Souza (à direita) foi ferido pelos disparos. (Divulgação | Polícia Civil)

Dois homens e uma criança de 10 anos foram baleados durante uma festa de família no bairro Carvão, no município de Ponto Belo, na Região Norte do Espírito Santo, na noite de sábado (30). Uma das vítimas, de 38 anos, identificada como Júnior do Carmo Vandel Rei, morreu após ser encaminhado ao hospital.

Segundo as primeiras informações da Polícia Militar, uma das vítimas havia sido atingida no peito, outra na cabeça e pescoço. Uma menina de 10 anos também foi ferida na barriga por um disparo. Em conformidade com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), a identidade da criança será preservada. O outro ferido foi identificado como Thales do Carmo Pereira de Souza, de 26 anos.

Após atendimento no hospital do município, as três vítimas foram transferidas para o Hospital Roberto Silvares, em São Mateus. No entanto, Júnior, um dos homens alvejados, faleceu.

Uma familiar contou para os militares que estava em casa, juntamente com a família em uma festa, quando cerca de cinco homens chegarem. Dois deles, segundo a testemunha, se aproximaram e efetuaram vários disparos. Logo após o crime, os suspeitos fugiram.

As vítimas foram socorridas para o hospital pelos familiares. No local do fato, a polícia encontrou diversas cápsulas deflagradas. 

Segundo apurações do repórter André Afonso, da TV Gazeta, com a Polícia Civil, esse foi o primeiro homicídio registrado em Ponto Belo após sete anos sem nenhum crime do tipo.

Sobre o crime, a Polícia Civil disse que o caso segue sob investigação da Delegacia de Polícia (DP) de Ponto Belo. Até o momento, nenhum suspeito foi detido e detalhes da investigação não serão divulgados, no momento. O corpo foi encaminhado para o Serviço Médico Legal (SML) de Linhares, para ser necropsiado e, posteriormente, liberado para os familiares.

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rapido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta

A Gazeta integra o

The Trust Project
Saiba mais