ASSINE
Duda Mendonça
Duda Mendonça
1944
2021

Morre, aos 77 anos, o publicitário e marqueteiro político Duda Mendonça

Ex-marqueteiro do PT estava internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, onde tratava um câncer no cérebro

Publicado em 16/08/2021 às 07h01

Morreu nesta segunda-feira (16), aos 77 anos, o publicitário Duda Mendonça. Ele estava internado no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, há dois meses, onde fazia tratamento para um câncer no cérebro. A informação é do colunista Lauro Jardim, de O Globo.

Duda Mendonça, um dos publicitários mais importantes do país, além de gerir uma das maiores agências de publicidade da América Latina, a DM9, também fez carreira como marqueteiro político, tendo como destaque a campanha vitoriosa de Lula em 2002, criando na ocasião o slogan "Lulinha, Paz e Amor". Mendonça também trabalhou com nomes como Paulo Maluf, Miguel Arraes, Ciro Gomes, e Paulo Skaf.

Em 2005, em depoimento à CPI dos Correios, Mendonça confessou ter recebido R$ 10,5 milhões pela campanha à eleição de Lula via caixa 2. Ele chegou a virar réu no processo do Mensalão, mas foi absolvido em 2012 pelo Supremo Tribunal Federal.

Os ministros concluíram que ele não teria como saber se era ilícita a origem de R$ 10,3 milhões que recebeu em 2002 na campanha de Lula ao Palácio do Planalto.

Anos mais tarde, em 2016, teve seu nome envolvido na Operação Lava Jato, sob suspeita de ter recebido R$ 10 milhões para o grupo político do presidente Michel Temer delatado por executivos da Odebrecht.

Em 2017, seguindo o caminho de outros dois publicitários do PT, João Santana e Mônica Moura, o marqueteiro assinou um acordo de delação premiada com a Polícia Federal.

Casado com Aline Mendonça, ele deixa quatro filhos.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.