ASSINE

Adutora rompe, inunda casa e morador cai em buraco

O pintor Evilér de Oliveira ficou com escoriações pelo corpo e disse que só não morreu afogado no buraco de quatro metros porque um vizinho o salvou. Abastecimento de água foi suspenso no bairro Interlagos

Publicado em 03/12/2018 às 11h36
Equipe trabalha em adutora que rompeu no bairro Shell. Crédito: Divulgação
Equipe trabalha em adutora que rompeu no bairro Shell. Crédito: Divulgação

A casa de um pintor no bairro Shell, em Linhares, região Norte do Estado, foi inundada depois que uma adutora rompeu em frente à residência, na madrugada desta segunda-feira (03). Evilér de Oliveira ainda caiu em um buraco de quatro metros de profundidade provocado pelo rompimento e sofreu escoriações nos braços e nas pernas. Ele passa bem e se recupera do susto.

De acordo com o morador, ele dormia quando recebeu a ligação de um vizinho, às 2 horas, para dizer que a adutora havia rompido e tinha muita água entrando na casa. Quando ele se levantou da cama, percebeu que a água já estava na altura dos joelhos. Assustado, Evilér abriu o portão e tentou sair, mas, neste momento, caiu no buraco, que se formou logo em frente.

“Eu só não morri afogado porque meu vizinho estava na rua e me socorreu. Fiquei com alguns ferimentos nos braços e nas pernas, mas estou bem. Agora a preocupação é com minha casa, que ficou inundada com a água”, lamentou o pintor.

A Defesa Civil Municipal e o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) esteve no local e orientou Evilér. “A Defesa Civil não condenou a minha casa e um funcionário do Saae pegou meus dados e perguntou o que tinha sido atingido dentro da minha casa por causa da água”, explicou.

PREFEITURA DE LINHARES

Em nota, a Prefeitura de Linhares informou que o rompimento da adutora provocou a suspensão do fornecimento de água no bairro Interlagos e ainda pode afetar parte do bairro Novo Horizonte. Equipes do Saae trabalham para realizar os reparos e não há previsão de quando o abastecimento será normalizado.

Segundo a nota, três imóveis foram impactados e a Defesa Civil presta auxílio às famílias. Além disso, orienta que o trânsito foi interrompido e que os motoristas e pedestres devem desviar o caminho.

“Os moradores do Interlagos e do Novo Horizonte que tiveram o fornecimento suspenso podem ser afetados caso não tenham reserva adequada de água. A população deve evitar o desperdício para minimizar os efeitos da interrupção no abastecimento. Após a retomada do abastecimento, o Saae irá realizar procedimento necessário em todos os hidrantes existentes em Linhares para garantir a qualidade da água que abastece os bairros afetados. Isto porque, por conta da despressurização, o primeiro jato d'água pode chegar a torneira com a coloração um pouco mais escura (túrbida)”, diz a nota.

O diretor de Operações do Saae, Zércio Largura, esclareceu que o descarte de água por meio de hidrantes é um procedimento necessário após manutenções nas estações de tratamento que abastecem a sede do município e nas redes adutoras. “Os clientes que notarem problemas de pressão ou oscilações no abastecimento podem entrar em contato com a concessionária pelo telefone 2103-1311”, conclui a nota.

A Gazeta integra o

Saiba mais
linhares linhares

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.