ASSINE

Xô, estresse! Alunos da Ufes terão uma semana de descanso por semestre

A universidade aprovou para 2020 a Semana do Recesso,  que dará aos estudantes uma semana de pausa nas atividades acadêmicas em cada semestre (em abril e em outubro) para aliviar a sobrecarga dos estudos

Publicado em 18/12/2019 às 09h22
Atualizado em 18/12/2019 às 09h22
Sala de aula vazia. Crédito: Pixabay
Sala de aula vazia. Crédito: Pixabay

Com o objetivo de diminuir o reduzir o estresse e aliviar a sobrecarga de estudantes, o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe),  da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) aprovou nesta terça-feira (17) a Semana do Respiro, que dará dois recessos aos estudantes da universidade. Cada pausa terá duração de uma semana e será no meio de cada semestre letivo, em 2020.

Os estudantes terão uma semana de pausa nas atividades acadêmicas para aliviar a sobrecarga dos estudos. Os recessos serão adotados no período de 20 a 25 de abril (semana do feriado de Tiradentes) e de 12 a 17 de outubro (semana do feriado de Nossa Senhora Aparecida).

“Sabemos que há um aumento dos problemas relacionados à saúde mental entre a população jovem. A Ufes, como instituição que integra a Rede Iberoamericana de Universidades Promotoras da Saúde, está atenta a essa questão. Esta experiência, que já é adotada em várias instituições do Brasil, tem se mostrado bastante positiva, pois há registros de melhora no rendimento dos estudantes, quando eles retornam desses recessos”, afirma a vice-reitora Ethel Maciel.

A vice-reitora destaca que não haverá prejuízo de dias letivos: “A Semana será dirigida aos estudantes veteranos, que iniciarão o semestre letivo uma semana antes dos estudantes ingressantes. Então, a quantidade de dias letivos está mantida”.

Para aqueles que já são alunos da Ufes, o semestre letivo terá início no dia 2 de março. Já para os ingressantes, as aulas começarão em 9 de março. No segundo semestre, o início das aulas será na primeira semana de agosto para os estudantes veteranos, e na segunda semana para os ingressantes.

Segundo a Ufes, outras universidades adotaram a mesma medida, entre elas, a Universidade Federal de Viçosa (UFV), Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) e Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), e no exterior, as semanas de pausa também fazem parte do calendário de instituições como as universidades americanas de Cornell e Yale (onde são chamadas de Semana da Primavera e Semana de Outono); de Manchester (Inglaterra); e de Copenhague (Dinamarca).

Com informações da Universidade Federal do Espírito Santo

A Gazeta integra o

Saiba mais
ufes

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.