ASSINE

Tio do pão de queijo melhora e pode deixar aparelhos nesta segunda (28)

Davi de Jesus Pereira foi atropelado na BR 101, na Serra, enquanto trabalhava, e precisou passar por cirurgias

Publicado em 27/10/2019 às 21h47
Davi de Jesus Pereira foi atropelado e continua internado. Crédito: Bárbara Oliveira
Davi de Jesus Pereira foi atropelado e continua internado. Crédito: Bárbara Oliveira

Conhecido como tio do pão de queijo,  Davi de Jesus Pereira, 50 anos, vem apresentando melhoras no seu quadro geral e, segundo seu irmão, Paulo César Pereira, pode deixar os aparelhos a partir desta segunda-feira (28), quando os médicos devem retirar a sedação e entubação do ambulante. O vendedor foi atropelado na noite de sexta-feira (25), quando atravessava a BR 101, nas imediações do Parque de Exposições de Carapina, na Serra, por um motociclista. Uma mulher que seguia na garupa da moto caiu, foi atropelada por um caminhão e morreu no local.

O tio do pão de queijo precisou passar por duas cirurgias: a primeira, para corrigir uma fratura no braço direito, e a segunda, com a perspectiva de reconstruir a perna esquerda, que teve fratura exposta devido ao acidente. Nesta, foram instalados fixadores externos, popularmente chamados de gaiola, para o osso ficar no lugar.

Segundo Paulo César Pereira, Davi vem melhorando seu quadro geral, mas continua entubado. "Os médicos devem começar a retirá-lo da entubação a partir desta-segunda", contou.

Este vídeo pode te interessar

Em conversa com a reportagem de A Gazeta Paulo César agradeceu o carinho das pessoas e as mensagens de apoio que enviaram para o irmão.  "Sei que ele é muito amado por todos", disse.

A Gazeta integra o

Saiba mais
acidente

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.