ASSINE

Sequência de roubos de fios de cobre provoca caos no trânsito de Vitória

Somente nesta sexta-feira (28) foram registrados furtos em seis pontos da Capital. O resultado? Semáforos sem funcionar, e os que funcionam, sem sincronia

Publicado em 28/06/2019 às 16h46
Trânsito na Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, em Vitória. Crédito: Sullivan Silva
Trânsito na Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, em Vitória. Crédito: Sullivan Silva

Uma sequência de roubos de fios de cobre deixou semáforos sem funcionar em Vitória e, os que estavam em ação, acabaram ficando sem sincronia. O suficiente para prejudicar o trânsito na Capital, que já é intenso às sextas-feiras. Mas hoje o dia foi de verdadeiro caos. Desde as 10 horas da manhã o trânsito deu nó em Vitória. E assim permaneceu durante todo o dia e noite.

De acordo com a Secretaria de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana de Vitória, somente nesta sexta-feira (28) foram registrados roubos de fios de cobre — que ligam as instalações do trânsito — em seis pontos das Capital:

- Curva da Jurema,

- Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes

- Avenida Saturnino de Brito

- Praia de Santa Helena

- Rua Humberto Martins

- Centro de Vitória

De acordo com a Setran, trabalhos para tentar resolver os problemas foram iniciados desde cedo, mas não há previsão de normalidade. Para minimizar os impactos, a Guarda Municipal está presente em pontos estratégicos para orientar os motoristas.

É CRIME

A Prefeitura de Vitória reforça que depredar o patrimônio público é crime e pede ajuda da população para denunciar os casos. As denúncias podem ser feitas pelos telefones 181 ou 190. O sigilo é garantido.

PROBLEMA CRÔNICO NA CAPITAL

O problema de roubo de fios de cobre é antigo, porém, neste mês de junho, a percepção é de que a situação tem piorado. Diversos foram os registros dos crimes e o reflexo direto no trânsito da Capital. Do início do ano até o dia 12 de junho, 25 ocorrências foram registradas, totalizado cerca de 4 mil metros de fios roubados. Para resolver o problema, a prefeitura gastou R$ 40 mil.

Na última segunda-feira (24), a região da Rodoviária (Avenida Elias Miguel, na Vila Rubim) foi alvo dos criminosos. O furto de fios gerou falta de sincronia dos semáforos e, consequentemente, intensos pontos de retenção em Jardim América, Cariacica; Avenida Carlos Lindenberg, em Vila Velha, Avenida Senador Roberto Kennedy, em São Torquato; Segunda Ponte e Cinco Pontes.

Já no dia 11, a Avenida Rio Branco e a Reta da Penha, na Praia do Canto, sofreram ataques de vândalos. Cabos responsáveis pelo sistema de tempo real dos sinais de trânsito foram cortados e levados pelos criminosos. Somente foi possível restabelecer o conserto cinco dias após o crime. O mesmo ocorreu novamente nas duas avenida nos dias 5 e 6 deste mês.

PRISÕES

Em maio, segundo dados da Prefeitura de Vitória, seis pessoas foram presas em flagrante furtando fios de cobre na Curva da Jurema e na Ponte da Passagem.

APÓS FURTOS, PREFEITURA ESTUDA NOVAS TECNOLOGIAS

O secretário municipal de Segurança Urbana de Vitória, Fronzio Calheira, acredita que há uma grande quadrilha atuando na receptação dos fios de cobre, e assim o problema dos roubos estaria longe de ter uma solução. Com isso, a administração do município estuda agora novas formas de funcionamento para os semáforos, como por exemplo, com o comando via Wi-fi. Entretanto, os estudos ainda estão na fase inicial.

 

A Gazeta integra o

Saiba mais
crime trânsito vitória

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.