ASSINE

Porteiro salva criança de afogamento em piscina: "Milagre eu estar lá"

Alex Sandro dos Santos realizava uma ronda na área de lazer do condomínio quando viu o menino dentro da água. Caso aconteceu no último sábado (19)

Publicado em 21/01/2019 às 10h19
Porteiro salva criança de cinco anos de afogamento em piscina de condomínio na Serra, no último sábado (19). Crédito: Reprodução
Porteiro salva criança de cinco anos de afogamento em piscina de condomínio na Serra, no último sábado (19). Crédito: Reprodução

Uma criança de aproximadamente cinco anos quase se afogou ao cair em uma piscina de um condomínio  localizado na Serra, no último sábado (19), por volta das 19h40. As câmeras de segurança do local registraram o momento em que o menino pula a grade que separa a área do playground da área das piscinas, entra na piscina infantil e, depois de alguns minutos, entra na piscina funda (veja o vídeo abaixo). A criança fica submersa por quase vinte segundos, até que um porteiro, que fazia ronda na área comum do condomínio, vê a situação e a retira da água.

"Foi um milagre eu estar lá naquele exato momento, foi coisa de Deus", descreve o porteiro Alex Sandro dos Santos, que retirou o menino da piscina, evitando uma tragédia. Alex conta que trabalha no condomínio há dois anos e que nunca aconteceu uma situação como esta mas, mesmo assim, reforça o alerta aos pais ou responsáveis por crianças. O porteiro não viu o momento em que a criança caiu na piscina, mas viu quando ela debatia os braços e correu para resgatá-la. 

"Eu estava fazendo uma ronda na área de lazer quando me deparei com a cena: um princípio de afogamento. Foi um susto, eu retirei ele da piscina e, graças a Deus, não aconteceu nada grave. Apesar da adrenalina de passar por uma situação assim, eu consegui manter o controle. Levei até a mãe, orientei sobre a área de lazer, que sempre tem que ter um responsável perto e na hora ela ficou desesperada", conta Alex.

O síndico do condomínio, Flávio Santos, explicou que a criança não mora no local. A mãe estava visitando uma conhecida, que mora no condomínio, e estava na área do playground com o menino. Flávio conta que conversou com a moradora e ela explicou que a criança pediu água e ela teria ido até a casa buscar, e foi quando tudo aconteceu.

"A mãe (do menino) estava na casa da conhecida com outra criança. A moradora contou que o menino pediu água e ela foi buscar em casa. Nesse tempo, ele pulou a grade do playground, que tem um 1,10 metro de altura, e ninguém percebeu", destaca o síndico.

ALERTA AOS RESPONSÁVEIS

O vídeo mostra toda a situação. É possível ver o momento em que o menino pula a grade de segurança e entra na piscina rasa. Ele fica lá sozinho por algum tempo, sai, senta na borda da piscina funda e entra. A criança não consegue se erguer na água e bate os braços. Neste momento, o porteiro vê a situação, corre até o local e retira a criança da água.

Outras pessoas estão na piscina, mas não percebem a situação. O síndico acredita que o salvamento tenha sido um "milagre", tanto pelo porteiro, que poderia estar em qualquer outro lugar, estar na área de lazer, quanto pelo fato de que, segundo Flávio, a piscina tem algumas plantas ao redor que dificultam a visão de todos os pontos.

"A gente acredita muito em milagre e o ponto em que ele estava olhando também foi certeiro, porque a visão da piscina, às vezes, fica encoberta de alguns pontos. Agora fica um alerta de monitoramento constante. Às vezes a pessoa não acha que tenha problema, mas a gente reforça isso no condomínio: não deixar crianças sozinhas. As normas são suficientes, mas falta conscientização. Pode parecer inofensivo, mas é grave", diz Flávio.

Veja o momento em que tudo aconteceu

A Gazeta integra o

Saiba mais
afogamento crianca serra serra

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.