ASSINE

O que são os dutos colocados na areia da Praia de Camburi?

Orla da capital capixaba amanheceu com tubulações e máquinas na areia. Prefeitura de Vitória explicou o que será feito no local e também na Curva da Jurema

Dutos na areia da Praia de Camburi, em Vitória
Dutos na areia da Praia de Camburi, em Vitória. Crédito: Internauta | A Gazeta

Quem passou pela orla de Camburi logo na manhã desta terça-feira (14), deve ter notado a presença de muitos dutos dispostos na areia ao longo da extensão da faixa litorânea da capital capixaba. Trata-se da montagem do primeiro estágio da dragagem de areia que será feita para "engordar" a praia, serviço que também será feito na região da Curva da Jurema.

Há anos a erosão vem levando parte da faixa de areia, especialmente na Curva da Jurema, um dos locais mais procurados por banhistas em Vitória, principalmente nas épocas mais quentes. Por isso mesmo, o secretário municipal de meio ambiente Ademir Barbosa Filho explicou a necessidade da intervenção.

"Na Curva da Jurema não tem mais faixa de areia. Na Iemanjá, também não tem mais faixa de areia. Mais um metro que o mar avançar, vai acabar batendo no calçadão", destacou.

Projeto de engordamento da Curva da Jurema, em Vitória
Projeto de engordamento da Curva da Jurema, em Vitória. Crédito: Prefeitura de Vitória

A licitação para as obras foi feita no final de 2019, e as intervenções já eram para estar acontecendo. "Houve um atraso por conta da pandemia e pode atrasar ainda mais", disse.

Ademir Barbosa Filho

Secretário Municipal de Meio Ambiente de Vitória

"Pode atrasar ainda mais, principalmente por questão de mão de obra, dificuldade de trabalho e até mesmo pela segurança com os trabalhadores. Pretendemos começar agora em abril, o mais rápido possível. Estamos aguardando uma última licença para começar a executar a obra"

O serviço todo, segundo o secretário, deve durar em torno de 90 dias — sendo um mês de mobilização, que é a montagem de linha; mais 20 dias de bombeamento, de operação; e mais um mês para fazer espalhamento e redes de mobilização. "É muito rápido. Para bombear os 300 mil metros cúbicos de areia, temos previsão de 20 dias de operação da draga", detalhou.

Projeto de engordamento da Praia de Camburi, em Vitória
Projeto de engordamento da Praia de Camburi, em Vitória. Crédito: Prefeitura de Vitória

A empresa que ganhou para realizar a obra é de São Paulo, e, segundo Ademir, tem experiência na área de engordamento de praias. "Essa empresa já fez serviço em Florianópolis, tem grande experiência em engordamento", detalhou.

VALOR DA OBRA

O secretário afirma que o valor total da obra chegou a um pouco mais que R$ 13 milhões, e que esta é uma obra de grande durabilidade. "Vai durar 10 anos na Curva da Jurema e 20 anos em Camburi. O litoral do Espírito Santo quase todo vai ter que fazer isso. Se você olhar Meaípe, tem esse problema... Os últimos acontecimentos na Serra também ilustram esse cenário, Anchieta também sofre com a erosão", disse.

A areia para realização do engordamento será retirada da parte de trás da Ilha do Frade, em Vitória, porque o material é bem semelhante ao das duas praias que passarão pela intervenção. "A areia da Ilha do Frade tem a mesma granulometria, que é tamanho e característica física de composição", finalizou.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.